Aglomeração de turistas leva polícia romana fechar a Fontana di Trevi

Arquivado em: Destaque do Dia, Europa, Mundo, Últimas Notícias
Publicado sábado, 13 de março de 2021 as 14:45, por: CdB

Diversas cidades do país, como Milão e Turim, também registram grande movimentação neste sábado, dois dias antes da entrada em vigor de um novo decreto que coloca 10 das 20 regiões do país, além da província de Trento, na faixa vermelha de risco epidemiológico.

Por Redação, com Ansa – de Roma

A polícia de Roma fechou a área da Fontana di Trevi neste sábado devido a aglomerações de pessoas às vésperas de um novo lockdown na cidade. Além da icônica fonte do centro histórico romano, a polícia também interrompeu o tráfego de pedestres em algumas ruas e praças da capital italiana.

Fontana de Trevi, a icônica fonte romana, atrai milhares de turistas, todos os anos

Diversas cidades do país, como Milão e Turim, também registram grande movimentação neste sábado, dois dias antes da entrada em vigor de um novo decreto que coloca 10 das 20 regiões do país, além da província de Trento, na faixa vermelha de risco epidemiológico.

Contágio

Nesse regime, as pessoas podem sair de casa apenas por “comprovados motivos de trabalho, saúde ou necessidade”, e restaurantes, bares e o comércio não essencial ficam fechados, a não ser para serviços de retirada ou delivery.

O novo lockdown englobará as regiões mais populosas do país, como Lazio e Lombardia, onde ficam Roma e Milão, respectivamente. Ao todo, a medida englobará 71,5% da população nacional.

A média de novos casos de Covid-19 na Itália cresce de forma ininterrupta há mais de 20 dias, enquanto a de mortes apresenta tendência de alta desde o fim de fevereiro. Até o momento, o país contabiliza cerca de 3,2 milhões de contágios e quase 102 mil óbitos.