Agropecuária brasileira bate recorde em exportação de carne bovina

Arquivado em: Comércio, Indústria, Negócios, Serviços, Últimas Notícias
Publicado sexta-feira, 18 de dezembro de 2020 as 14:46, por: CdB

As exportações histórias do Brasil, maior exportador global de carne bovina, ocorreram em meio a interrupçõesde algumas unidades em países como os EUA e Austrália, como consequência do coronavírus. Segundo a Abiec, “quase nenhum” frigorífico brasileiro teve que parar as operações.

Por Redação – de São Paulo

O Brasil encerra 2020 com exportações recordes de carne bovina, e o setor se mostra menos afetado do que os concorrentes globais devido à pandemia. O fluxo de embarques tende a crescer mais, no próximo ano, de acordo com números divulgados nesta sexta-feira pela associação do setor Abiec.

A produção de carne não aumentou, enquanto as exportações bateram recorde. O resultado foi uma alta significativa no preço do produto
A produção de carne não aumentou, enquanto as exportações bateram recorde. O resultado foi uma alta significativa no preço do produto no mercado interno

As exportações histórias do Brasil, maior exportador global de carne bovina, ocorreram em meio a interrupções nas operações de algumas unidades em países como os Estados Unidos e Austrália, como consequência do coronavírus. Segundo apresentação da Abiec nesta sexta-feira, “quase nenhum” frigorífico brasileiro teve de parar operações em função de questões de saúde relacionadas à covid-19.

Receitas

As exportações do país sul-americano devem fechar 2020 com um valor sem precedentes de US$ 8,533 bilhões, com volumes embarcados em um ano superando 2 milhões de toneladas pela primeira vez, segundo a Abiec.

Para 2021, um novo crescimento é esperado, com a Abiec projetando quase US$ 8,8 bilhões em receitas e volumes exportados de 2,14 milhões de toneladas.

No ano passado, as exportações brasileiras de carne bovina atingiram US$ 7,6 bilhões, com embarques de 1,866 milhão de toneladas.