Ajuda aos Estados supera volume de investimentos no país

Arquivado em: Comércio, Indústria, Negócios, Serviços, Últimas Notícias
Publicado terça-feira, 14 de agosto de 2018 as 16:19, por: CdB

De acordo com a Secretaria do Tesouro Nacional, no relatório de auditoria da dívida pública do Brasil realizada pelo Tribunal de Contas da União (TCU), São Paulo, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul e Alagoas e a cidade de São Paulo respondem por cerca de 90% do rombo no Orçamento.

Por Redação – de Brasília

O gerenciamento do presidente de facto, Michel Temer (MDB) tem causado uma situação peculiar nas contas públicas: o socorro financeiro do governo federal ao pagamento de dívidas de Estados e municípios com a União vai gerar um impacto de R$ 90,3 bilhões nas contas do país (entre 2017 e 2019). O montante equivale a quase duas vezes o que foi gasto em investimentos em 2017 (cerca de R$ 46 bilhões).

O presidente de facto, Michel Temer, tem provocado um rombo nas contas públicas do país

De acordo com a Secretaria do Tesouro Nacional, no relatório de auditoria da dívida pública do Brasil realizada pelo Tribunal de Contas da União (TCU), São Paulo, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul e Alagoas e a cidade de São Paulo respondem por cerca de 90% do rombo no Orçamento.

Procurado por jornalistas para falar sobre o impacto da cobertura do déficit nas contas públicas, o Ministério da Fazenda não quis comentar. O TCU também não se pronunciou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *