Álbum pirateado do U2 chega à Internet; lançamento está em xeque

Arquivado em: Arquivo CDB
Publicado terça-feira, 9 de novembro de 2004 as 21:02, por: CdB

Versões pirateadas do novo álbum do U2, “How to Dismantle an Atomic Bomb”, surgiram em redes de partilha de arquivos na Internet duas semanas antes de o álbum chegar às lojas. O fato colocou em xeque a data de lançamento oficial do álbum.

Em Londres, uma representante da banda limitou-se na segunda-feira a dizer que o U2 está ciente das cópias ilegais de seu disco, mas que nenhuma decisão foi tomada ainda sobre a possível mudança de data do lançamento.

A banda de rock irlandesa lançaria o álbum em 22 de novembro na Europa e no dia seguinte nos Estados Unidos. É o primeiro álbum em quatro anos a ser gravado em estúdio pela banda, que tem contrato com a Island Records, pertencente à Universal Music.

No início do verão europeu deste ano, uma fita contendo versões ainda não prontas de faixas do álbum ainda inédito desapareceu de um estúdio em Nice, França, onde o U2 estava gravando. Na época, a banda disse que, se as faixas aparecessem online antes do lançamento, ela poderia mudar a data de lançamento.

O surgimento online de versões não autorizadas de um álbum antes de seu lançamento oficial é um problema que vem atingindo muitos artistas e bandas.

As gravadoras contra-atacam, enviando às rádios e a jornalistas cópias promocionais que não podem ser copiadas e contratando firmas para inundar as redes de partilha de arquivos com faixas “falsas” com má qualidade de som, faixas essas que ocupam o espaço que ficaria para versões piratas de som melhor.

“No caso de qualquer lançamento grande, as gravadoras começam a inundar as redes mais ou menos uma semana antes do lançamento. Com isso, é mais provável que os usuários descarreguem cópias falsas”, explicou Jim Graham, da firma californiana BayTSP, que rastreia pirataria online.

“Com o passar do tempo, porém, as versões pirateadas acabam ganhando. É uma coisa tipo gato e rato. É como a Guerra Fria”, disse Graham.

Nos últimos 30 dias, as datas de lançamento de novos álbuns do rapper norte-americano Eminem e do astro do hip-hop Snoop Dogg, ambos com contrato com a Interscope Records, da Universal, foram adiantadas em alguns dias devido ao surgimento de faixas pirateadas dos álbuns online.