Alckmin bate em Bolsonaro: ‘Não vai criar emprego a bala’

Arquivado em: Política, Últimas Notícias
Publicado sexta-feira, 8 de junho de 2018 as 16:27, por: CdB

Quanto a Ciro, o ex-governador de São Paulo Geraldo Alckmin chamou de “ridícula” uma declaração do ex-ministro.

 

Por Redação – de Salvador

 

O presidenciável tucano Geraldo Alckmin depois de receber o título de cidadão baiano na Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA), mudou o tom de sua pré-campanha. Distante de seu estilo habitual, partiu para o ataque.

O pré-candidato à Presidência da República, Geraldo Alckmin (PSDB)

Os alvos do seu novo discurso duro foram os presidenciáveis Jair Bolsonaro e Ciro Gomes. Sobre o deputado federal Alckmin afirmou que Bolsonaro é um “caranguejo que anda para trás”.

— Eu acho que é um atraso. O que anda para trás é caranguejo. O Brasil quer ir para frente. Você não vai criar emprego a bala. Você vai é com competitividade, confiança e investimento. Você não vai resolver o problema de saúde a bala. Eu sou médico e tenho dever de melhorar a saúde. Você não vai melhor a qualidade da educação a bala. É uma coisa totalmente atrasada — afirmou.

Facção

Quanto a Ciro, o ex-governador de São Paulo chamou de “ridícula” uma declaração do ex-ministro. No programa Roda Viva, o pedetista afirmou que o governo de São Paulo, que foi comandado por Alckmin, fez um acordo com o PCC, facção criminosa paulista.

O ex-governador paulista aparece na pesquisas na Bahia com apenas 5% das intenções de votos, segundo levantamento do instituto Paraná Pesquisas divulgado na semana passada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *