Alemanha declara Espanha como área de risco de coronavírus

Arquivado em: Destaque do Dia, Europa, Mundo, Últimas Notícias
Publicado sexta-feira, 9 de julho de 2021 as 14:15, por: CdB

Aumento acentuado de infecções nos últimos dias e preocupação com a variante Delta ameaçam temporada turística no país. França também adverte cidadãos a não viajarem aos países da Península Ibérica.

Por Redação, com DW – de Berlim

A Alemanha declarou todo o território da Espanha como área de risco de infecção pelo coronavírus, informou nesta sexta-feira o Ministério alemão do Exterior.

A Espanha, altamente dependente do turismo, tenta equilibrar abertura da economia com controle de infecções

A decisão foi tomada após as infecções em solo espanhol mais do que dobrarem no período de uma semana, enquanto a variante Delta do coronavírus, mais contagiosa, se espalha com rapidez entre os adultos não vacinados.

A medida, que inclui destinos turísticos populares como Palma de Mallorca, nas ilhas Baleares, e as ilhas Canárias, será válida a partir deste domingo.

Na prática, isso significa que os viajantes que chegarem à Alemanha vindos da Espanha terão de apresentar testes de covid-19 com resultados negativos para evitar uma quarentena de dez dias. Os testes devem ser apresentados antes do embarque nos voos rumo à Alemanha.

Entretanto, um novo aumento nos índices de infecção na Espanha poderá levar à obrigatoriedade da quarentena para pacientes não vacinados, o que gera incertezas no setor de turismo pouco antes do pico das férias de verão no hemisfério norte, quando os alemães viajam em grande número para destinos ensolarados à beira do mar.

Autoridades das ilhas Canárias e da região mediterrânea de Valência pediram ao governo federal o restabelecimento de toques de recolher para conter o aumento acentuado de infecções entre jovens não vacinados, o que ameaça arruinar a estação turística na região. Mas a ministra da Saúde da Espanha, Carolina Darias, disse que essas medidas estão fora de questão.

Desde a remoção do estado de emergência no país em maio, as autoridades regionais assumiram a responsabilidade sobre o combate à doença, mas necessitam de autorização da Justiça para impor medidas comoconfinamento, proibição de viagens ou toques de recolher.

Equilíbrio precário entre abertura e controle da doença

A Espanha, país altamente dependente do turismo, tenta manter um equilíbrio entre abrir sua economia de modo a atrair turistas e ter as infecções sob controle, para não afugentar potenciais viajantes.

A ministra espanhola do Turismo, Reyes Maroto, disse nesta sexta-feira que o país é um destino seguro. Ela citou os avanços no programa de vacinação e o controle do número de pacientes hospitalizados.

Sua fala veio em resposta à decisão alemã de colocar a Espanha na lista de países de risco e após a fala do ministro francês de Assuntos Europeus, Clément Beaune, que pediu aos franceses que evitem viagens para a Espanha e Portugal nas férias de verão.

O Ministério alemão do Exterior incluiu ainda o Chipre na relação de países de alta incidência de covid-19, o que significa que viajantes dessas regiões devem ser submetidos a quarentena após chegar em solo alemão. A quarentena pode ser reduzida se os viajantes apresentarem um resultado negativo para a covid-19 cinco dias após a data de entrada no país.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

code