Alemanha fecha site de pornografia infantil com 400 mil usuários

Arquivado em: Destaque do Dia, Internet, Tecnologia, Últimas Notícias
Publicado segunda-feira, 3 de maio de 2021 as 11:08, por: CdB

 

Quatro pessoas são detidas em investigação que leva ao fechamento de plataforma na darknet para troca de pornografia infantil. Site operava desde 2019, com servidores na Moldávia.

Por Redação, com DW – de Berlim

Investigadores alemães deram um duro golpe numa plataforma de pornografia infantil com 400 mil membros que operava na darknet, noticiou a emissora ARD nesta segunda-feira.

Na darknet se pode navegar de forma anônima, o que facilita a ação de criminosos

Promotores públicos em Frankfurt afirmaram à emissora que quatro homens com nacionalidade alemã foram detidos em meados de abril e que as investigações continuam. Três residem na Alemanha, e um deles no Paraguai.

A plataforma de nome Boystown funcionava como local para troca de material pornográfico com crianças e tinha cerca de 400 mil usuários de todo o mundo. Ela funcionava desde junho de 2019, com servidores na Moldávia, e foi fechada depois das detenções.

Dos quatro detidos, três, incluindo o residente no Paraguai, eram administradores do site e davam dicas aos usuários sobre como não deixar pistas na internet. O quarto detido era um dos principais usuários da plataforma, de 64 anos e morador de Hamburgo.

Darknet

Os investigadores disseram que seus trabalhos foram dificultados por a plataforma operar na darknet, onde se pode navegar de forma anônima.

A plataforma Boystown era cerca de quatro vezes maior que a Elysium, que tinha 110 mil usuários e foi fechada em junho de 2017. Na época ela foi considerada uma das maiores plataformas de pornografia infantil. Ela também era operada a partir da Alemanha.