Alemanha poupará Mueller e Hummels em amistoso pré-Copa

Arquivado em: Destaque do Dia, Esportes, Futebol, Últimas Notícias
Publicado sexta-feira, 1 de junho de 2018 as 11:22, por: CdB

A Alemanha enfrenta a Áustria em Klagenfurt em sua penúltima partida antes da Copa do Mundo deste mês e recebe a Arábia Saudita em 8 de junho antes de partir para a Rússia

Por Redação, com Reuters e Ansa – de Berlim/Madri:

Os alemães Thomas Mueller e Mats Hummels não irão à Áustria com os campeões mundiais para disputar uma partida de preparação para a Copa do Mundo no sábado e terão um dia a mais de descanso, disse o técnico Joachim Loew nesta sexta-feira.

Matts Hummels e Thomas Mueller se aquecem antes de partida do Bayern de Munique contra o Real Madrid na Liga dos Campeões

A Alemanha enfrenta a Áustria em Klagenfurt em sua penúltima partida antes da Copa do Mundo deste mês; e recebe a Arábia Saudita em 8 de junho antes de partir para a Rússia.

Mueller e Hummels permanecerão no campo de treinamento da seleção na Itália com Jérôme Boateng; seu colega de Bayern de Munique; para voltar à forma plena na esteira de uma lesão muscular sofrida no final da temporada.

– Mueller disputou muitos jogos nesta temporada; Hummels disputou muitos jogos nesta temporada. Sabemos do que eles são capazes; então é bom para eles espairecerem um pouco neste final de semana – disse Loew em uma coletiva de imprensa.

O meio-campista Toni Kroos chegará à Itália no sábado depois de uma pausa curta na sequência de sua conquista da Liga dos Campeões com o Real Madrid.

Loew

Loew disse que Mesut Ozil e Sami Khedira, campeões mundiais de 2014 que sofreram lesões no final da temporada; enfrentarão os austríacos por estarem muito necessitados de prática de jogo.

Nils Petersen também entrará em campo diante da Áustria; e Loew elogiou o atacante do Freiburg, que luta por uma vaga no elenco assim como os também atacantes Mario Gomez e Timo Werner.

Os alemães estreiam no Mundial, que começa em 14 de junho; confrontando Suécia, Coreia do Sul e México no Grupo F.

Zidane surpreende o mundo do futebol

O técnico Zinedine Zidane surpreendeu ao anunciar na quinta-feira sua saída do comando do Real Madrid depois de conquistar um inédito tricampeonato consecutivo da Liga dos Campeões.

– Acho que é o momento, para mim, o time e o clube. É um momento estranho para fazê-lo, eu sei, mas um momento importante também. Tive que fazer isso por todos – disse.

O francês afirmou que sente claramente que, depois de um período de tanto sucesso no Santiago Bernabéu, a única maneira de o clube continuar tendo sucesso é mudando seu comando.

— Este time deveria continuar vencendo, e para isso precisa de uma mudança. Depois de três anos ele precisa de outra voz, outro método de trabalho, por isso tomei esta decisão. Os jogadores precisam de uma mudança. Quero agradecê-los, porque são eles que lutam no campo — afirmou.

Elenco

Zidane se tornou o primeiro treinador a vencer a Liga dos Campeões por três vezes consecutivas quando o Real derrotou o Liverpool por 3 x 1 no sábado, coroando um período extraordinário em sua estreia como treinador.

Ele assumiu o controle de um vestiário dividido após a demissão de Rafael Benítez em janeiro de 2016, e imediatamente se empenhou em unir o elenco.

O francês conquistou o primeiro de uma trinca de títulos europeus dois anos atrás. O Real bateu o rival local Atlético de Madri nos pênaltis na final. Um ano depois; ele levou o Real à sua primeira dobradinha de títulos da Liga dos Campeões. E do Campeonato Espanhol em 59 anos.

No total, Zidane acumulou nove grandes troféus com o Real.