Amazon lança smartband para enfrentar Fitbit e outras rivais

Arquivado em: Destaque do Dia, Internet, Tecnologia, Últimas Notícias
Publicado quinta-feira, 27 de agosto de 2020 as 14:18, por: CdB

A Amazon lançou na quinta-feira uma smartband e um aplicativo fitness, “Halo”, conforme a gigante do varejo online pretende enfrentar a Apple, Fitbit e Samsung em um mercado cada vez mais concorrido de dispositivos fitness.

Por Redação, com Reuters – de Nova York

A Amazon lançou na quinta-feira uma smartband e um aplicativo fitness, “Halo”, conforme a gigante do varejo online pretende enfrentar a Apple, Fitbit e Samsung em um mercado cada vez mais concorrido de dispositivos fitness.

Amazon lança sua primeira smartband para enfrentar Fitbit e outras rivais
Amazon lança sua primeira smartband para enfrentar Fitbit e outras rivais

A smartband Halo custará US$ 99,99, enquanto a assinatura do aplicativo será de US$ 3,99 por mês, de acordo com a Amazon.

Mercado de dispositivos

O mercado de dispositivos vestíveis está altamente concorrido, com a Apple como líder do segmento com uma participação de 29,3% no primeiro trimestre de 2020, de acordo com dados da empresa de pesquisa IDC.

O Google, de propriedade da Alphabet, disse em novembro que compraria a Fitbit por US$ 2,1 bilhões.

A Amazon disse que a smartband, resistente à água e com bateria de até 7 dias, contém um acelerômetro, um sensor de temperatura e um monitor de frequência cardíaca, entre outros recursos.

Amazon inaugura novo conceito de supermercado

A Amazon disse nesta quinta-feira que está abrindo um supermercado em Los Angeles com carrinhos de compras que fazem com que clientes não precisem passar pelos caixas, conforme a empresa de comércio eletrônico aumenta sua presença offline.

O mercado, no bairro de Woodland Hills, é chamado de supermercado Amazon Fresh. É o primeiro aberto a clientes, apenas por convites, dos sete mercados que a Amazon confirmou para o sul da Califórnia e Chicago. O local será aberto ao público geral nas próximas semanas, disse a Amazon.

A maior varejista online do mundo tem feito experiências com lojas físicas nos últimos anos para capturar mais gastos do consumidor. A Amazon já possui mais de 20 lojas sem caixas para seus funcionários e mais de 500 lojas na rede Whole Foods Market que adquiriu em 2017.

A loja será a primeira com o “Amazon Dash Cart”. Isso permite que os clientes que comprem um número limitado de itens não precisem passar pelos caixas, podendo apenas sair da loja. Sistemas de tecnologia detectam o que os clientes colocam no carrinho e cobram seu cartão de crédito assim que eles saem da loja.

O local também tem um balcão para retirada e devolução de pedidos online e estações em que a assistente de voz da Amazon, Alexa, responde perguntas sobre a loja.

A Amazon registrou no mês passado seu maior lucro trimestral devido às vendas online durante a pandemia de coronavírus, mas uma queda de 13% na receita de lojas físicas.