Amazonas: Ministério da Saúde amplia vagas do Mais Médicos 

Arquivado em: Brasil, Destaque do Dia, Últimas Notícias
Publicado quarta-feira, 27 de janeiro de 2021 as 11:18, por: CdB

A situação do sistema de Saúde em Manaus piorou consideravelmente na segunda semana do mês de janeiro, quando começou a faltar oxigênio para tratar os pacientes. Agora, as cidades do interior também passam a sofrer com a crise.

Por Redação, com Sputnik – de Brasília

A situação do sistema de Saúde em Manaus piorou consideravelmente na segunda semana do mês de janeiro, quando começou a faltar oxigênio para tratar os pacientes. Agora, as cidades do interior também passam a sofrer com a crise.

Ministério da Saúde amplia vagas do Mais Médicos para o interior do Amazonas

O Ministério da Saúde autorizou a ampliação “emergencial e temporária” de 15 vagas no Programa Mais Médicos para atender municípios do interior do Amazonas devido à situação caótica no estado com a pandemia de covid-19. A medida e o edital para a convocação foram publicados em edição extra do Diário Oficial da União (DOU) de terça-feira, conforme noticiado pelo jornal Estadão.

No dia 19 janeiro, o governo já havia liberado 72 vagas adicionais no programa para a atuação em Manaus. A ampliação vale por um período improrrogável de um ano.

O edital prevê o envio dos médicos selecionados para nove municípios: Anamã, Codajás, Fonte Boa, Humaitá, Juruá, Lábrea, Manicoré, Tabatinga e Tefé.

O colapso provocou mortes por asfixia

A situação do sistema de Saúde em Manaus piorou consideravelmente na segunda semana do mês de janeiro, quando começou a faltar oxigênio hospitalar para tratar os pacientes internados. O colapso provocou mortes por asfixia e obrigou a transferência de doentes para outros estados. Agora, as cidades do interior do Amazonas também passam a sofrer com a crise.

A Procuradoria-Geral da República solicitou um inquérito para investigar o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, no que diz respeito à sua atuação no colapso na capital amazonense. Na segunda-feira, o Supremo Tribunal Federal (STF) instaurou a investigação para apurar se houve omissão do governo federal no caso.

Pazuello está em Manaus desde que a PGR fez o pedido de investigação e divulgou data para deixar a cidade.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

code