Ambiente para negócios no Brasil fica mais tóxico devido à pandemia

Arquivado em: Comércio, Indústria, Negócios, Serviços, Últimas Notícias
Publicado terça-feira, 26 de maio de 2020 as 16:08, por: CdB

Na média da América Latina, o Índice de Clima Econômico recuou de 14,1 pontos negativos em janeiro para 60,4 pontos negativos em abril, o pior resultado da história da pesquisa.

Por Redação – de São Paulo

O Índice de Clima Econômico no Brasil recuou de 2 pontos negativos em janeiro para 60,9 pontos negativos em abril deste ano. O Índice da Situação Atual caiu de 52,2 pontos negativos para 90,9 pontos negativos. Já o Índice de Expectativas passou de 65,2 pontos positivos para 22,7 pontos negativos.

Os pátios das concessionárias ficou lotado devido à falta de negócios, nos primeiros meses do ano
Os pátios das concessionárias ficou lotado devido à falta de negócios, nos primeiros meses do ano

Segundo dados divulgados nesta terça-feira pela Fundação Getulio Vargas (FGV), o indicador recuou nos 11 países latino-americanos pesquisados.

Especialistas

Na média da América Latina, o índice recuou de 14,1 pontos negativos em janeiro para 60,4 pontos negativos em abril, o pior resultado da história da pesquisa. A maior queda foi observada no Paraguai, que caiu de 28 pontos positivos para 70,4 pontos negativos. Já o melhor resultado ficou com o Chile, que registrou 48,3 pontos negativos.

A pandemia do novo coronavírus (covid-19) foi apontada como o principal fator para esses resultados. O Índice de Clima Econômico é calculado com base na opinião de especialistas em economia dos países pesquisados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *