Andy Murray passa por cirurgia no quadril e prevê retorno em Wimbledon

Arquivado em: Destaque do Dia, Esportes, Esportes Olímpicos, Últimas Notícias
Publicado segunda-feira, 8 de janeiro de 2018 as 14:30, por: CdB

Murray, que não disputa uma partida oficial há seis meses e que na semana passada anunciou sua desistência do Aberto da Austrália

Por Redação, com Reuters – de Londres:

O tenista britânico Andy Murray foi submetido a uma cirurgia no quadril nesta segunda-feira e espera voltar a jogar a tempo para o torneio de Wimbledon, em julho.

O tenista britânico Andy Murray foi submetido a uma cirurgia no quadril nesta segunda-feira

Murray, que não disputa uma partida oficial há seis meses e que na semana passada anunciou sua desistência do Aberto da Austrália, publicou uma mensagem no Facebook atualizando seu estado.

– Hoje eu passei por uma bem-sucedida operação no quadril direito no hospital St. Vincent, em Melbourne – disse Murray, de 30 anos e tricampeão de torneios do Grand Slam.

– Gostaria de agradecer ao doutor John O‘Donnell e a toda a sua equipe por cuidarem de mim. Espero voltar ao tênis competitivo durante a temporada de grama – acrescentou.

– Obrigado a todos por todas as mensagens de apoio ao longo dos últimos dias. Vou me recuperar disso.

Murray, que terminou 2016 como número 1 do mundo, caiu para o número 19 do ranking atualmente.

Serena Williams

A tenista Serena Williams desistiu de disputar o Aberto da Austrália deste ano, dizendo, na última sexta-feira, que, embora esteja perto de recuperar sua forma plena depois de ter sua primeira filha em setembro, ainda não está pronta para defender o título.

A norte-americana de 36 anos estava grávida de oito semanas quando conquistou seu sétimo título em Melbourne no ano passado e seu 23º troféu de Grand Slam; um recorde na era aberta; e depois se afastou pelo resto do ano até dar à luz.

Ela só jogou em público uma vez desde então, perdendo para Jelena Ostapenko; campeã de Roland Garros, em Abu Dhabi na semana passada. Mas ainda tinha esperança de voltar com força no Aberto da Austrália; até admitir seu despreparo uma semana antes do evento.

– Meu treinador e equipe sempre disseram ‘só dispute torneios quando estiver preparada para ir até o fim’. Consigo competir. Mas não quero só competir, quero fazer muito mais do que isso; e para fazê-lo precisarei de um pouco mais de tempo – disse Serena em comunicado.

Em agosto ela falou à revista Vogue sobre seu “plano absurdo” de defender o título. Mas o intervalo transcorrido desde que teve sua filha se mostrou curto demais até para a maior tenista de sua geração.      

Grand Slam

Serena, que só tem um troféu de Grand Slam a menos do que a australiana Margaret Court, dona do recorde mundial, disse estar decepcionada por ter que se ausentar, mas que espera voltar no futuro.

– Depois de competir em Abu Dhabi percebi que, embora esteja super perto, não estou onde pessoalmente quero estar.

– Tendo dito isso, e embora esteja decepcionada a esse respeito, decidi não competir no Aberto da Austrália neste ano.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *