Angra dos Reis pede ajuda ao governo para combater violência

Arquivado em: Polícia, Rio de Janeiro, Últimas Notícias
Publicado quinta-feira, 23 de agosto de 2018 as 13:55, por: CdB

De acordo com o prefeito de Angra, o general Richard Nunes disse que a secretaria tem planos de ação que serão implementados nas regiões de Angra dos Reis e Paraty, mas não deu prazo de quando as ações serão realizadas

Por Redação, com ABr – do Rio de Janeiro

Após ter decretado situação de emergência na segurança pública em Angra dos Reis, o prefeito da cidade, Fernando Jordão, se reuniu na quarta-feira com o secretário de Segurança do Rio de Janeiro, general Richard Nunes, para pedir apoio das forças de segurança para combater o crime organizado em Angra.

Angra dos Reis pede ajuda ao governo do estado para combater violência

Jordão pediu ao general Richard um carro blindado para dar suporte às ações do 33° batalhão da Polícia Militar, sediado em Angra dos Reis. Segundo o prefeito, o secretário disse que vai mandar um blindado para o município e também reforço de militares, mas que será de forma gradual e não com efetivo maior como o prefeito pretendia.

De acordo com o prefeito de Angra, o general Richard Nunes disse que a secretaria tem planos de ação que serão implementados nas regiões de Angra dos Reis e Paraty, mas não deu prazo de quando as ações serão realizadas.

Crime organizado

O prefeito disse que os bairros mais prejudicados com a ação do crime organizado são, Frade, Belém, Areal, Camorim e Sapihatuba, onde, segundo ele, duas facções criminosas lutam pelo domínio dos pontos de venda de drogas na região.

No decreto, Jordão diz que a grave situação enfrentada pela cidade está cerceando o direito fundamental de ir e vir dos cidadãos, impedindo que serviços públicos essenciais sejam realizados em determinadas localidades controladas pelo tráfico. “A situação está insustentável. Não podemos aceitar isto”, avaliou.

O prefeito explicou ainda que o município tem feito seu papel, colaborando, dentro do que é possível, com a polícia. “Compramos 20 viaturas, aderimos ao Programa Estadual de Integração na Segurança (Proeis), que hoje conta com 46 policiais e é o maior polo do Estado, implantamos em Angra o serviço de Disque-Denúncia, dentre outras ações. Apesar de a prefeitura não ter poder de polícia, estamos usando ferramentas para ajudá-la, mas precisamos da mão da Intervenção Federal, em Angra dos Reis”.

Usinas nucleares

No decreto assinado na terça-feira, Fernando Jordão disse que “a situação de insegurança pública pode afetar diretamente a efetividade do cumprimento dos Planos de Emergência Externo e Local da Central Nuclear Almirante Álvaro Alberto, resultando como única solução responsável o requerimento de desligamento das Usinas Nucleares de Angra 1 e 2”.

O tema foi debatido no encontro com o secretário de Segurança e, de acordo com o prefeito, o  general Richard disse que as usinas vão ficar preservadas e que os planos para a região estão focados também na segurança das usinas nucleares.

Destino turístico

Angra dos Reis tem várias ilhadas frequentadas por empresários, autoridades, turistas internacionais e a mais famosa delas, a Ilha dos Porcos, do falecido cirurgião plástico Ivo Piotanguy, de renome internacional. A Baía da Ilha Grande, que pertence ao município, é cercada por 101 praias, algumas ainda inexploradas.