Antonio Abujamra leva romance à cena

Arquivado em: Arquivo CDB
Publicado quinta-feira, 8 de maio de 2003 as 04:54, por: CdB

“Máquina de Pinball”, adaptação de Antonio Abujamra, que divide a direção com Alan Castelo, nesta quinta, 21h, no Sesc Copacabana, será a primeira vez que a autora do livro homônimo que originou a peça, Clarah Averbuck, terá um texto seu no palco.

– Não vi nenhum ensaio. Tudo será novidade para mim. Pelo que me falaram, a peça é oitenta por cento a história do livro, que é a saga da Camila pela feia e suja São Paulo – adianta a escritora

Clarah, Averbuck. Tudo começou, segundo Clarah, com Antonio Abujamra perdido pelo trailler do pai da autora, o músico e ator Hique Gomez (do Tangos & Tragédias), no set de filmagem de “O Concerto Campestre”, em que atua junto a Abujamra.

– Abujamra leu o livro antes dele ser publicado e se apaixonou. Ele achou um original no trailler do meu pai e roubou pra sempre. Ele fez o prefácio do livro quando saiu – conta.

Vivendo em São Paulo há dois anos, Clarah, 23, natural de Porto Alegre (RS) assina, também, a sugestão da trilha sonora do monólogo que tem cenografia de Gringo Cárdia e interpretação de Patrícia Niedermeier Além de “Máquina de Pinball”, lançado ano passado pela Conrad, “Das Coisas Esquecidas na Gaveta”, seu segundo livro, será lançado na Bienal do Livro pela Editora Sete Letras e, no prelo, está “Vida de Gato”.

– Meus projetos são escrever até cansar e ir pra Nova York trabalhar como garçonete com meu filho (ela está grávida de seu primogênito) e meu marido – completa.

A peça estréia nesta quinta (dia 08). De quinta a sábado, 21h. Domingos, 20h. Até dia 28. Espaço SESC (Rua Domingos Ferreira 160, Copacabana, telefone (21) 2547-0156. R$ 10 e R$ 5.