Após reconstituição de crime, permanecem as dúvidas de delegado

Arquivado em: Arquivo CDB
Publicado quarta-feira, 10 de dezembro de 2003 as 14:31, por: CdB

Terminou no início da tarde desta quarta-feira o trabalho de reconstituição do assassinato do casal Staheli, no Condomínio Porto dos Cabritos, na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio. Segundo o delegado Carlos Henrique Machado, da Delegacia de Homicídios, a ausência dos filhos do casal prejudicou a reconstituição e algumas dúvidas permanecem, como a que diz respeito ao horário em que as crianças foram deitar e ao do ataque a Todd e Michelle, e como foi que o criminoso entrou na casa.

Zera Todd Staheli, que era executivo da Shell, e Michelli Staheli foram brutalmente agredidos no rosto e na cabeça enquanto dormiam, na madrugada do dia 30 de novembro. O filho de 10 anos disse que encontrou os pais ensangüentados na cama, por volta das 6h30. As primeiras pessoas a chegar no local do crime foram duas pessoas amigas da família, chamadas pela filha de 13 anos.