Apple está atrasando lançamento de loja de jogos na Europa, diz Epic

Arquivado em: Destaque do Dia, Internet, Tecnologia, Últimas Notícias
Publicado sexta-feira, 5 de julho de 2024 as 12:23, por: CdB

A Apple rejeitou duas vezes os documentos apresentados para lançar a Epic Games Store porque o design de certos botões e rótulos era semelhante aos usados pela App Store, disse a Epic Games.

Por Redação, com Reuters – de Nova York

A Epic Games, desenvolvedora do Fortnite, disse nesta sexta-feira que a Apple estava impedindo suas tentativas de criar uma loja de jogos em iPhones e iPads na Europa, na mais recente escalada em uma disputa acirrada sobre o controle do ecossistema de aplicativos iOS pela gigante da tecnologia.

Sob pressão dos reguladores europeus, a Apple abriu caminho em março para a Epic colocar sua própria loja de jogos em dispositivos iOS

A Apple rejeitou duas vezes os documentos apresentados para lançar a Epic Games Store porque o design de certos botões e rótulos era semelhante aos usados pela App Store, disse a Epic Games.

“Estamos usando as mesmas convenções de nomenclatura de ‘Instalação’ e ‘Compras no aplicativo’ usadas em lojas de aplicativos populares em várias plataformas e seguindo convenções padrão para botões em aplicativos iOS”, disse a Epic em uma série de publicações no X.

“A rejeição da Apple é arbitrária, obstrutiva e viola a DMA (Lei dos Mercados Digitais), e partilhamos as nossas preocupações com a Comissão Europeia”, afirmou.

Sob pressão dos reguladores europeus, a Apple abriu caminho em março para a Epic colocar sua própria loja de jogos em dispositivos iOS na Europa.

A Apple e a Comissão Europeia não responderam imediatamente aos pedidos de comentários da Reuters.

Batalha legal

A Epic e a Apple estão envolvidas em uma batalha legal desde 2020, quando a empresa de jogos alegou que a prática da Apple de cobrar comissões de até 30% sobre pagamentos no aplicativo em seus dispositivos com sistema operacional iPhone (iOS) violava as regras antitruste dos Estados Unidos.

No início deste ano, a Apple propôs alterações nas políticas da App Store para cumprir certas diretrizes da DMA que entraram em vigor em março. A lei pretende facilitar a movimentação dos usuários europeus entre serviços concorrentes.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *