Arrecadação federal desaba nas últimas semanas, constata a Receita

Arquivado em: Comércio, Indústria, Negócios, Serviços, Últimas Notícias
Publicado quarta-feira, 22 de abril de 2020 as 17:51, por: CdB

O último mês de março foi o primeiro período no qual foram avaliados os impactos da crise do coronavírus. Como forma de conter o alastramento da doença, governadores e prefeitos adotaram medidas de isolamento social e restringiram o funcionamento de todas as atividades consideradas não essenciais.

Por Redação, com ACSs – de Brasília

A arrecadação do governo federal teve queda real de 3,32% em março afetada pelo impacto do coronavírus na economia, a R$ 109,718 bilhões, divulgou a Receita Federal nesta quarta-feira.

A arrecadação tem regredido devido à falta de atividade econômica, causada pela pandemia

Este foi o dado mais fraco para o mês desde 2010 (R$ 105,717 bilhões), conforme série da Receita atualizada pela inflação.

Essenciais

No primeiro trimestre, a arrecadação avançou 0,21% sobre igual período do ano passado, em termos reais, apenas R$ 401,138 bilhões.

O último mês de março foi o primeiro período no qual foram avaliados os impactos da crise do coronavírus. Como forma de conter o alastramento da doença, governadores e prefeitos adotaram medidas de isolamento social e restringiram o funcionamento de todas as atividades consideradas não essenciais.