Assalto a vereador com morto e feridos eleva sensação de insegurança

Arquivado em: Destaque do Dia, Rio de Janeiro, Últimas Notícias
Publicado sábado, 21 de abril de 2018 as 19:27, por: CdB

No momento do assalto, o vereador estava na companhia dos dois filhos e, mesmo conduzindo um carro blindado, o político não esboçou reação e o entregou aos criminosos.

 

Por Redação, com ABr – do Rio de Janeiro

 

O assalto ao vereador Daniel Martins (PDT) na madrugada deste sábado, na Zona Sul, acabou em perseguição, tiroteio e morte. Quatro dos cinco assaltantes foram presos e um morreu. O casso ocorreu, na Rua Soares Cabral, em Laranjeiras, onde o vereador mora. O crime aumenta a sensação de insegurança dos cariocas.

O assalto que começou em Laranjeiras, em frente à casa do vereador Martins; terminou em Botafogo
O assalto que começou em Laranjeiras, em frente à casa do vereador Martins; terminou em Botafogo

No momento do assalto, o vereador estava na companhia dos dois filhos e, mesmo conduzindo um carro blindado, o político não esboçou reação e o entregou aos criminosos. Acionada, a Polícia Militar conseguiu interceptar os assaltantes, uma vez que o telefone do vereador havia ficado no veículo, o que possibilitou o rastreamento.


Na altura da Rua Arnaldo Quintela, em Botafogo, também na Zona Sul, os criminosos foram interceptados pela PM. Houve intensa troca de tiros e no confronto um dos assaltantes foi morto e os outros quatro, três dos quais armados, foram presos.

Em nota, a PM informou que, na noite passada, criminosos praticaram uma série de roubos; na região de Laranjeiras e Botafogo. “Alertados pela Agência de Inteligência do 2º BPM (Botafogo) que, de posse de informações de rastreamento do celular de uma das vítimas (o vereador) que tivera seu veículo, um Toyota Corolla, roubado; conseguiram realizar um cerco aos criminosos na Rua Arnaldo Quintela, em Botafogo”.

Presos

Segundo a PM, no local, as equipes cercaram dois veículos usados pelos criminosos, um Toyota Corolla de cor preta e um Renault Sandero de cor cinza. “Os criminosos atiraram contra os policiais e durante o confronto um dos criminosos foi atingido e morreu no local, outros quatro foram presos”. De acordo com a polícia, foram apreendidos três revólveres calibre .38; um revólver calibre 32 e “farta munição de ambos calibres”; além de nove aparelhos celulares, chaves de outros veículos e motocicleta.

A Polícia Militar informou, ainda, que os presos foram conduzidos para 5ª Delegacia de Polícia (Centro) e os veículos recuperados para o Pátio Legal; ambos com várias perfurações a bala. A PM não revelou os nomes dos envolvidos.



Marcas de sangue

Ainda na madrugada, o corpo de um taxista; aparentando cerca de 30 anos, foi encontrado dentro do porta-malas do próprio carro. O veículo estava estacionado na esquina das ruas Bolivar e Leopoldo Miguez; em Copacabana, na Zona Sul do Rio.

Segundo informações da Polícia Militar, policiais do 19º BPM (Copacabana) foram acionados por moradores. Os denunciantes informaram haver um veículo estacionado naquela localidade; com marcas de sangue na parte externa do porta-malas.

Conforme nota da PM, os policiais, após constatarem a veracidade da denuncia, entraram em contato com a 13ª DP (Copacabana). Então, foram autorizados a abrir o veículo.

“Ao abrirem a mala perceberam a presença de um corpo. A equipe da PM procurou preservar local e, imediatamente; acionou a Delegacia de Homicídios da Capital (DH-Capital), onde a ocorrência foi registrada”, conclui a nota.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *