Ataque com drone contra base militar deixa mortos e feridos no Iêmen

Arquivado em: Manchete, Mundo, Últimas Notícias
Publicado quinta-feira, 10 de janeiro de 2019 as 10:35, por: CdB

Os houthis se referem como “invasores” às forças da coalizão militar liderada pela Arábia Saudita e como “mercenários” às tropas do Exército iemenita.

Por Redação, com EFE – de Sana

Um ataque com um drone deixou vários mortos e feridos durante um desfile militar realizado nesta quinta-feira, em uma base do Exército do Iêmen, ao norte da cidade de Áden, de acordo com informações de fontes militares e dos rebeldes houthis.

Um ataque com um drone deixou vários mortos e feridos durante um desfile militar realizado nesta quinta-feira

Entre os feridos estão o chefe do Estado-Maior do Exército iemenita, seu vice, chefe da Inteligência Militar e outros comandantes de alta patente leais ao presidente do país Abd Rabbuh Mansur Al-Hadi, disse à Agência Efe, um oficial do Exército que estava presente no ato.

Além disso, o governador da probíncia de Lahach, o general da brigada Ahmed Al Turki, e outros 15 altos comandantes das forças leais ao presidente iemenita, Abd Rabbuh Mansur Al-Hadi.

– Vimos o avião aterrissando até chegar ao camarote de autoridades. Pensamos que era um avião de gravação de vídeo pertencente a um canal de televisão que cobre o desfile e, de repente, o drone explodiu em frente aos líderes militares – disse o oficial, que pediu anonimato.

Outra fonte militar afirmou que houve pelo menos cinco vítimas mortais, embora não tenha especificado se entre elas há responsáveis militares.

O ataque aconteceu pouco depois do início do desfile, no qual as autoridades celebravam o começo do ano militar.

A televisão Al Masira, porta-voz dos rebeldes houthis, afirmou que um drone das forças insurgentes atacou “grupos de invasores e mercenários” na base aérea de Al Anad, na província meridional de Lahach.

Os houthis se referem como “invasores” às forças da coalizão militar liderada pela Arábia Saudita e como “mercenários” às tropas do Exército iemenita.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *