Ataque de ex-funcionário deixa crianças feridas em escola na China

Arquivado em: Ásia, Destaque do Dia, Mundo, Últimas Notícias
Publicado terça-feira, 8 de janeiro de 2019 as 11:18, por: CdB

As primeiras investigações indicam que o agressor, que já foi detido pelas autoridades, cometeu o ataque em represália à decisão do centro de não renovar seu contrato de trabalho no início deste ano.

Por Redação, com EFE – de Pequim

Pelo menos 20 crianças ficaram feridas, três delas em estado grave, depois que um ex-funcionário de manutenção de uma escola primária de Pequim as atacou nesta terça-feira, supostamente com um martelo, segundo informou a emissora de televisão estatal CCTV.

Ataque de ex-funcionário deixa 20 crianças feridas em escola de Pequim

As primeiras investigações indicam que o agressor, que já foi detido pelas autoridades, cometeu o ataque em represália à decisão do centro de não renovar seu contrato de trabalho no início deste ano.

Todos os menores feridos no ataque, ocorrido às 11h17 (horário local, 0h17 de Brasília) em um colégio situado no distrito de Xicheng, foram transferidos a hospitais da capital chinesa e, embora suas vidas não corram perigo, três deles se encontram em “condição crítica”.

As autoridades seguem recopilando mais informação sobre o ataque, enquanto um grande número de pais se amontoou às portas do centro para pedir explicações.

Este ataque acontece depois que, no final de outubro, uma mulher também feriu com uma faca de cozinha 14 crianças em uma creche no município de Chongqing, no centro da China.

Embora o país asiático tente manter sempre sua imagem de seguro, os ataques em centros escolares são bastante comuns.

Um dos mais graves aconteceu em abril do ano passado, quando um jovem de 28 anos matou com uma arma branca nove pessoas e feriu outras dez em um colégio do norte do país supostamente por ter sofrido assédio escolar quando era estudante do centro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *