Ataque terrorista em Paris com armas brancas deixa duas vítimas

Arquivado em: Arquivo CDB, Boletim, Destaque do Dia, Europa, Últimas Notícias
Publicado sexta-feira, 25 de setembro de 2020 as 12:17, por: CdB

A Polícia de Paris reviu o número de vítimas do atentado a arma branca hoje em Paris. São duas pessoas, um homem e uma mulher, uma delas em estado grave. Elas foram vítimas de um ataque a arma branca, facão e machadinha, por dois terroristas, num local próximo da sede da antiga revista satírica Charlie Hebdo.

Terrorismo retorna a Paris, durante julgamento dos assassinos dos redatores da revista Charlie Hebdo

Esse atentado estaria ligado com o julgamento dos terroristas sobreviventes ao assassinato de todos os doze redatores da revista Charlie Hebdo. em janeiro de 2015.

Segundo a polícia parisiense, um dos terroristas preso tem 18 anos e era conhecido por suas tendências. Esse terrorista, preso numa porta de metrô na praça da Bastilha, estava com sua roupa manchada com o sangue de suas vítimas.

Logo depois das agressões, um homem e uma mulher, esta ferida no rosto por um facão, a polícia interditou as proximidades do local e foram também interrompidas as linhas do metrô próximas dos atentados.

Os feridos, ao que se sabe agora por facão e machadinha, são funcionários da agência de notícias Première Lignes, produtora de televisão para os canais franceses de TV, como France2. Première Lignes, no dia do ataque dos terroristas à revista Charlie Hebdo, há cinco anos, foi a primeira a filmar parte do ataque, o que leva a se pressupor um ato terrorista de vingança.

Os funcionários de Primières Lignes estavam conversando na porta do imóvel, na chamada pausa para fumar (pause cigarette), quando foram atacados.

Rui Martins, correspondente.

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *