Ataque a tiros em escola na Rússia deixa mortos e feridos

Arquivado em: Destaque do Dia, Europa, Mundo, Últimas Notícias
Publicado segunda-feira, 26 de setembro de 2022 as 10:39, por: CdB

Homem abriu fogo em escola da cidade de Izhevsk. Segundo autoridades, crianças estão entre as vítimas. Mais de 20 pessoas ficaram feridas. Segundo o Ministério do Interior e o Comitê Investigativo, o atirador tirou a própria vida.

Por Redação, com DW – de Moscou

Um homem armado matou ao menos 15 pessoas, incluindo sete crianças, e feriu 24 numa escola na cidade de Izhevsk, na Rússia, afirmaram investigadores e o Ministério do Interior russo nesta segunda-feira.

Um homem armado matou ao menos 13 pessoas, incluindo sete crianças, e feriu 21 numa escola na cidade de Izhevsk

“Ao menos 15 pessoas, incluindo seis adultos e sete menores, foram mortos por causa desse crime”, disse o Comitê Investigativo da Rússia em comunicado divulgado no Telegram, acrescentando que 14 crianças e sete adultos ficaram feridos.

Segundo o Ministério do Interior e o Comitê Investigativo, o atirador tirou a própria vida. “O corpo do homem que abriu fogo foi encontrado pela polícia. De acordo com relatos, ele cometeu suicídio”, disse o ministério no Telegram.

Os investigadores afirmaram que o homem estava usando uma camiseta preta com símbolos nazistas e uma balaclava e não portava nenhum documento de identidade.

O governador Alexander Brechalov, da região de Udmurtia, da qual Izhevsk é a capital, confirmou que crianças estão entre os mortos e feridos. Ele declarou luto na região ao menos até esta terça-feira.

A escola, que abrange do primeiro ao 11º ano de ensino, foi evacuada, e a área ao redor foi cercada. Segundo o Ministério da Saúde russo, 14 equipes de ambulância foram enviadas ao local.

Izhevsk, uma cidade de 630 mil habitantes, fica a oeste dos montes Urais, na porção central da Rússia, cerca de 960 quilômetros a leste de Moscou.

Momento de tensão e histórico de ataques

Este é o mais recente de uma série de ataques a tiros em escolas que abalaram a Rússia nos últimos anos, e ocorreu num momento de tensão no país em meio aos esforços para recrutar dezenas de milhares de homens para lutar na guerra na Ucrânia.

O ataque na escola ocorreu poucas horas depois de um homem abrir fogo e ferir gravemente um oficial de recrutamento num centro de alistamento na Sibéria.

O último grande ataque a tiros na Rússia havia ocorrido em abril deste ano, quando um homem armado abriu fogo em um jardim de infância na região central de Ulyanovsk, deixando um professor e duas crianças mortos. Descrito como “doente mental”, o atirador foi encontrado morto na sequência, e autoridades afirmaram que ele se matou.

Em maio de 2021, um adolescente armado matou sete crianças e dois adultos a cidade de Kazan.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *