Até onde vai a paciência do SBT com o novo programa das manhãs?

Arquivado em: Coluna da TV, Cultura, Últimas Notícias
Publicado sexta-feira, 26 de março de 2021 as 09:56, por: CdB

 

Na verdade, as pretensões da direção do SBT, desde o instante em que o programa começou a ser planejado, nunca foram de conseguir uma maior audiência. Ou entrar em disputa com as suas diretas concorrentes. 

Por Flávio Ricco – do Rio de Janeiro

Colaboração – José Carlos Nery

Nesta sexta-feira, o Vem Pra Cá completou uma semana de exibição, com resultados claudicantes, muito atrás de Globo e Record.

Patricia Abravanel e Gabriel Cartolano, apresentadores do “Vem Pra Cá”

Ainda é cedo para um diagnóstico do programa, se considerarmos, por exemplo, que o Hoje em Dia, em seu começo, e o Encontro com Fátima Bernardes, depois, hoje consolidados, também precisaram de certo tempo para necessários ajustes.

Na verdade, as pretensões da direção do SBT, desde o instante em que o programa começou a ser planejado, nunca foram de conseguir uma maior audiência. Ou entrar em disputa com as suas diretas concorrentes. 

Mas de abrir uma nova janela para o seu departamento comercial, com possibilidade de ampliar o faturamento do horário. Isso foi dito e repetido.

Vale lembrar, no entanto, que uma coisa sempre acaba dependendo da outra. Além do componente paciência, que o SBT nunca tem muita, resta saber até quando será assim e se este pensamento de agora continuará valendo nos próximos tempos.

TV Tudo

Ponto 1

Em televisão, em se tratando de audiência, ninguém faz milagre.

A direção do SBT ao lançar o Vem Pra Cá sabia muito bem que naquele horário, historicamente, existe um número “x” de aparelhos ligados.

 Ponto 2

Para modificar o atual panorama das manhãs e mexer com o hábito do telespectador, maior desafio, teria que ser um programa muito bom e bem diferente dos outros.

O Vem Pra Cá não conseguiu ser uma coisa e nem outra. Pelo menos neste começo. 

Resumindo a ópera

Evidente que a pandemia acabou comprometendo a produção de todas as TVs e mesmo diante do esforço de algumas delas, continuamos muito longe do que era antes.

O problema do SBT, no entanto, é um pouco mais grave. Parece que perdeu o jeito de fazer televisão. A falta de alguém no seu mais alto comando, com alguma sensibilidade artística, faz toda diferença. E só saber fazer a conta de menos também dá nisso.

Extensão

A exemplo do BBB, o No Limite, com estreia prevista para 11 de maio, terá um conteúdo inédito e exclusivo no Multishow. Além da reprise às quartas-feiras em horário nobre.

Ao todo serão 18 ex-BBBs disputando as suas provas,  divididos em grupos e acampamentos.

É isso

Cristiane Dias, agora contratada pela Bandeirantes para apresentar o Band Esporte Clube aos sábados, estava livre no mercado já há algum tempo. Sem contrato na CNN Brasil desde setembro do ano passado.

Aquela história de “novo projeto” no canal de notícias nunca existiu.

Culpa de quem?

Cris Dias, depois de tanto tempo na Globo, apresentando  programas e participando de coberturas, ficou um ano na CNN Brasil sem conseguir estrear.

Não deixa de ser uma situação muito estranha.

Reformulação

Nos bastidores da Rede TV!, como a coluna antecipou, são muito fortes os rumores sobre mudanças na apresentação do TV Fama.

A ideia, internamente comenta-se, é dar uma geral no programa.

Vai daí

Esses estudos da Rede TV! têm o propósito de rejuvenescer o TV Fama, inclusive com novo elenco. Lígia Mendes, por exemplo, é um dos nomes cotados.

A ideia já é apresentar esse pessoal no evento virtual da próxima semana.

Diante disso

A chegada de Lígia Mendes no TV Fama não deverá implicar nas saídas de Flávia Noronha e Nelson Rubens.

O plano é que eles participem de um rodízio, com outros quatro apresentadores, formando duplas para comandar o programa em dias diferentes. Essa é a proposta.

Parceria

Jairo Mattos e Rodrigo Candelot conheceram-se durante as gravações de Gênesis. Vindos de papéis e de uma trajetória na comédia, tornaram-se grandes amigos e agora fazem planos para um trabalho no teatro.

Querem montar uma peça do dramaturgo Mário Bortolotto.

Bate – Rebate

·       A redação do Jornalismo do SBT em São Paulo atravessa uma de suas fases mais tranquilas…

·       … Bem diferente de um período não tão distante. Ótimo ambiente…

·       … Já na do Rio de Janeiro, o seu pessoal ainda aguarda investimentos.

·       O diretor Hugo de Sousa, após mais uma passagem pela Globo, voltou a trabalhar em Portugal. Seu último trabalho por aqui foi a novela Salve-se Quem Puder

·       … Dono de dois prêmios Emmy no currículo, ele agora fechou com a produtora Plural, que presta serviços para a TVI.

·       Edilson, o Capetinha, além da Band, também está no esporte da Transcontinental FM.

·       A indicação de Luís Santos, que foi do Fox Sports, para assumir a Tecnologia e Operações do SBT acabou não se confirmando…

·       … Um outro profissional está sendo buscado para as funções, que até bem poucos dias foram desempenhadas por Raimundo Lima.

·       A partir das 8h30 desta sexta-feira, o BandSports estreia na transmissão da Fórmula 1 com o treino livre do Grand Prix do Bahrein.

·       O jogo São Bento e Palmeiras, quarta-feira, com transmissão da Globo, marcou 18,6 pontos, segundo o Kantar Ibope…

  • … No mesmo dia, Amor de Mãe deu 30; JN, 27,9; Salve-se Quem Puder, 27,3; SPTV, 24,5; A Vida da Gente, 21,6, e Vale a Pena, 21,1.

C´est fini

A saída de Douglas Tavolaro do comando da CNN Brasil, anunciada quinta-feira, a princípio não terá qualquer efeito na vida contratual de suas principais estrelas e dos executivos.

Isso porque todos tiveram o cuidado de assinar por 4 ou 5 anos. Caso de Monalisa Perrone.

Então é isso. Mas amanhã tem mais. Tchau!