Aumenta para 16 o número de vítimas do raio que destruiu uma igreja em Ruanda

Arquivado em: África, Destaque do Dia, Mundo, Últimas Notícias
Publicado domingo, 11 de março de 2018 as 14:53, por: CdB

O raio caiu na noite passada, e 14 pessoas faleceram na hora. Outras duas foram levadas a um hospital em estado grave, mas não resistiram aos ferimentos.

 
Por Redação, com agências internacionais – de Nyaruguru, Ruanda

 

Ao menos 16 pessoas morreram e dezenas ficaram feridas após um raio atingir uma igreja adventista do Sétimo Dia, em Nyaruguru, distrito situado no sul de Ruanda, na África Central.

O incidente com o raio que matou 16 pessoas em Ruanda ocorreu porque não havia qualquer medida de prevenção
O incidente com o raio que matou 16 pessoas em Ruanda ocorreu porque não havia qualquer medida de prevenção

O incidente ocorreu na noite passada, e 14 pessoas faleceram na hora. Outras duas foram levadas a um hospital em estado grave, mas não resistiram aos ferimentos.

Segundo a imprensa local, 140 fiéis foram socorridos e levados para hospitais. Nas últimas semanas, as autoridades de Ruanda fecharam mais de 700 igrejas que não cumpriam normas de segurança e por poluição sonora. Muitas delas não tinham para-raios e funcionavam em tendas.

Na sexta-feira, outro raio matou uma pessoa quando atingiu um grupo de 18 estudantes na mesma localidade. Três deles estão hospitalizados e os demais já foram para casa.

No Brasil

Nos últimos seis anos, o Brasil registrou uma média de 77,8 milhões de raios por ano; segundo levantamento do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe).

Os novos dados apontam que 2012 foi o ano com maior incidência de raios, registrando 94,3 milhões, devido ao fenômeno La Niña, na região norte do país. Em 2013 foram 92 milhões, em 2014 foram 62,9 milhões e em 2015, 68,6 milhões de raios, ano em que houve um acréscimo devido ao El Niño, responsável pelo aumento dos raios nas regiões Sul e parte das regiões Sudeste e Centro-Oeste.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *