Austrália alerta para pico de hospitalizações de covid-19

Arquivado em: Destaque do Dia, Mundo, Últimas Notícias
Publicado segunda-feira, 30 de agosto de 2021 as 15:10, por: CdB

A premiê Gladys Berejiklian disse que o Estado está se preparando para hospitalizações adicionais devido ao aumento das infecções antes de uma intensificação da vacinação começar a aliviar a pressão.

Por Redação, com Reuters – de Sydney

Os casos em unidades de tratamento intensivo de Nova Gales do Sul atingirão um pico em outubro devido ao acúmulo de infecções de covid-19, disse a premiê do Estado mais populoso da Austrália, que relatou um recorde de novas infecções diárias nesta segunda-feira.

Estado da Austrália alerta para pico de hospitalizações de covid-19 em outubro

Epicentro do atual surto australiano, Nova Gales do Sul anunciou um recorde de 1.290 casos novos no momento em que o país luta para conter a variante Delta altamente contagiosa.

Infecções

A premiê Gladys Berejiklian disse que o Estado está se preparando para hospitalizações adicionais devido ao aumento das infecções antes de uma intensificação da vacinação começar a aliviar a pressão.

– Prevemos que o pior mês, o pior momento para nossas unidades de tratamento intensivo, será outubro – disse Berejiklian na capital estadual Sydney.

– Precisaremos administrar as coisas de maneira diferente, porque estamos no meio de uma pandemia, mas conseguiremos.

Há 840 pessoas hospitalizadas com covid-19 em Nova Gales do Sul, 137 em UTIs e 48 necessitando de ventilação.

O Estado relatou mais quatro fatalidades nesta segunda-feira, o que eleva para 1.003 o total de mortos de covid-19 na Austrália, a mais recente das grandes economias do G20 a atingir tal marca.

Uma das quatro foi a primeira morte conhecida de um aborígene. O homem de 50 anos, que não se vacinou, morava no oeste de Nova Gales do Sul, onde as taxas de vacinação estão particularmente baixas, o que cria o temor de muito mais mortes.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*

code