Autoridade de saúde italiana lança dúvidas sobre rápido retorno do futebol

Arquivado em: Destaque do Dia, Esportes, Futebol, Últimas Notícias
Publicado terça-feira, 14 de abril de 2020 as 14:07, por: CdB

Uma importante autoridade de saúde da Itália afirma que não vê como o Campeonato Italiano, que foi suspenso devido à pandemia de covid-19, possa ser retomado nas próximas semanas.

Por Redação, com Reuters – de Roma

Uma importante autoridade de saúde da Itália afirma que não vê como o Campeonato Italiano, que foi suspenso devido à pandemia de covid-19, possa ser retomado nas próximas semanas.

Chefe da Federação Italiana de Futebol, Gabriele Gravina
Chefe da Federação Italiana de Futebol, Gabriele Gravina

O chefe da Federação Italiana de Futebol (FIGC), Gabriele Gravina, disse no sábado que espera que as equipes possam começar a treinar em maio – desde que os jogadores testem negativo para o novo coronavírus – com os primeiros jogos possivelmente no final daquele mês.

No entanto, Giovanni Rezza, diretor de doenças infecciosas do Instituto Nacional de Saúde da Itália (ISS), discordou.

– Se eu tivesse que dar um relatório técnico, não seria favorável – disse ele a repórteres. “O futebol é um esporte de contato com risco de transmissão.”

– Eles propuseram um monitoramento rigoroso dos jogadores com testes quase diários, embora, honestamente, para mim isso pareça estar exagerando um pouco as coisas. E já estamos quase em maio – completou.

Mas ele ressaltou que, no final das contas, a decisão não será dele.

Decisão difícil

– Serão os políticos que decidirão – acrescentou Rezza. “É uma decisão difícil de tomar por causa das implicações na saúde”.

A Série A está paralisada desde 9 de março, com jogadores de vários clubes testando positivo para covid-19, que matou mais de 113 mil pessoas em todo o mundo.

A FIGC disse na semana passada que começou a elaborar diretrizes médicas para o reinício do campeonato. Seu conselho médico deve se reunir novamente na quarta-feira.