Aversão ao risco aumenta, dólar sobe e a bolsa recua

Arquivado em: Comércio, Indústria, Negócios, Serviços, Últimas Notícias
Publicado quinta-feira, 30 de agosto de 2018 as 15:12, por: CdB

“Sem grande ‘ajuda’ do exterior, e ainda com dúvidas sobre as perspectivas políticas por aqui, o viés para os ativos locais, nesta sessão, é mais negativo”, disse a corretora Guide Investimentos em relatório.

 

Por Redação – de São Paulo

 

O dólar subia e já superava os R$ 4,15 nesta quinta-feira, acompanhando a trajetória da moeda norte-americana ante divisas de emergentes no exterior; após nova rodada de pesquisa reforçar o potencial do candidato do PT apoiado pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva no segundo turno das eleições presidenciais de outubro.

O dólar beira a máxima de R$ 4,16, semelhante à cotação da moeda norte-americana quando o real foi editado, há duas décadas
O dólar beira a máxima de R$ 4,16, semelhante à cotação da moeda norte-americana quando o real foi editado, há duas décadas

Às 10h34, o dólar avançava 1,12%, a R$ 4,1605 na venda, depois de ter caído 0,65% na véspera, para R$ 4,1143. Na máxima, a moeda foi a R$ 4,1680. O dólar futuro tinha alta de cerca de 1,1%.

Pesquisa

“Sem grande ‘ajuda’ do exterior, e ainda com dúvidas sobre as perspectivas políticas por aqui, o viés para os ativos locais, nesta sessão, é mais negativo”, disse a corretora Guide Investimentos em relatório.

No mercado internacional, o dólar operava em alta ante a cesta de moedas e subia forte ante divisas de países emergentes, com destaque para a lira turca, o rand sul-africano e a rúpia indiana.

Internamente, o cenário eleitoral inspirava cautela nos investidores. A pesquisa DataPoder360 não trouxe um cenário muito diferente dos outros levantamentos, com Lula liderando a disputa e Geraldo Alckmin (PSDB), o candidato do mercado, sem decolar.

Julgamento

Além disso, mostrou que se Lula tiver que abrir mão da candidatura para Fernando Haddad, este teria potencial de receber 8% de votos “com certeza”, enquanto 26% “poderiam votar” nele no caso de ser apoiado pelo ex-presidente. Ou seja, são grandes as chances de um segundo turno com a presença de um petista.

“Se esses números forem reais, a chance do candidato do PT chegar ao segundo turno são grandes. Triste perspectiva para o mercado financeiro, que trabalha em um ambiente de alta volatilidade, pressão e especulação com o atual cenário eleitoral”, afirmou a Advanced Corretora, em comentário.

É por essa razão que a possibilidade de julgamento nesta sexta-feira, pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), quanto à participação de Lula na propaganda de rádio e televisão está sendo acompanhada de perto pelos investidores e ajuda a trazer cautela nos negócios.

O TSE também pode vir a decidir na sexta-feira sobre as impugnações ao registro de candidatura de Lula. O petista está preso desde abril no âmbito da Operação Lava Jato.

Front global

O tom negativo também prevalecia na bolsa paulista nesta quinta-feira, contaminado pelo ambiente de maior aversão a risco no exterior, enquanto no Brasil permanece o cenário de incerteza eleitoral, que deve manter o mercado volátil. Às 12h08, o Ibovespa caía 1,36%, a 77.319,53 pontos. O volume financeiro somava R$ 2,8 bilhões.

No front global, preocupações sobre a disputa comercial entre Estados Unidos e China voltavam a pressionar ativos financeiros, em sessão com nova rodada de depreciação de moedas emergentes, incluindo o real, mas com destaque para a moeda argentina.

O banco central da Argentina elevou a taxa básica de juros do país para 60%, ante 45%, nesta quinta-feira, um dia após o Fundo Monetário Internacional (FMI) ter pedido políticas monetária e fiscal mais duras. O peso argentino despencou nesta quinta-feira 15,6%, para a mínima recorde de 39 por dólar.

— O movimento de contágio (da deterioração dos ativos emergentes para outros mercados) ainda é tímido mas, na minha visão, pode ganhar corpo — avaliou um gestor de uma administradora de recursos no Rio de Janeiro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *