Baixada Fluminense recebe mais um trem coreano

Arquivado em: Arquivo CDB
Publicado segunda-feira, 17 de julho de 2006 as 11:40, por: CdB

Esta semana, mais um trem coreano, o “metrô do povão”, como está sendo chamado, vai operar nos ramais de Japeri, Nova Iguaçu e Duque de Caxias, todos os municípios da Baixada Fluminense. E na semana passada o Estado ganhou mais 60 dias para reivindicar a liberação do empréstimo do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) para a expansão do metrô até Ipanema, na Zona Sul do Rio.

Segundo o secretário de Transportes, Albuíno Azeredo, já estão no Rio quatro dos 20 trens coreanos comprados pelo governo do estado para o sistema ferroviário da Região Metropolitana e mais quatro estão sendo transportados para o Brasil. O primeiro dos que já desembarcaram, inclusive, já está circulando no ramal Deodoro, desde quinta-feira, quando fez a viagem inaugural da Central do Brasil, no Centro do Rio, a Bangu, na Zona Oeste. Este trem circulará, inicialmente, de segunda-feira a sexta-feira, das 9h às 16h e, depois, passará ao horário das 5h às 22h.

As outras três composições estão em fase final de testes e logo estarão transportando passageiros. Albuíno Azeredo garante que, até o final do ano, os outros 12 trens deverão ser entregues à SuperVia, concessionária responsável pela operação.

Os trens coreanos, cuja fabricação, na verdade, é dividida com uma empresa japonesa, custaram ao Estado US$ 100 milhões financiados pelo Banco Mundial e pelo próprio governo, dentro do Programa estadual de Transportes (PET). Eles são modernos, equipados com ar condicionado central, regulado por computadores e têm, cada um, capacidade para transportar 1.300 passageiros por dia.

Quanto ao metrô, na semana passada, o Senado promulgou resolução que reduz de 180 para 120 dias antes do fim do mandato dos chefes de Executivo a data-limite para contratação de créditos por estados, municípios e Distrito Federal. Esta medida representa para o Governo do Estado do Rio de Janeiro a possiblidade legal de reivindicar a liberação do empréstimo do BNDES para as obras do metrô de Ipanema. O governo do estado já encaminhou novo pedido ao Tesouro nacional e aguarda para os próximos dias a autorização da liberação das verbas. O pedido de autorização para o contrato de financiamento foi formulado em 22 de junho e recebeu parecer favorável do BNDES.

As obras de expansão da Linha 1 do metrô já estão licitadas há muitos anos. A obra não somente trará benefício aos cariocas, em especial os moradores da Zona Sul, como dará à capital do estado condições de receber eventos importantes como os Jogos Pan-Americanos de 2007.

Desde o governo Garotinho, o metrô chegou a Copacabana, primeiro à estação Cardeal Arcoverde, depois a Siqueira Campos e, ainda este ano, a Cantagalo. Se o empréstimo sair logo, as obras do metrô Ipanema começam ainda este ano e poderão ser entregues antres do Pan.