Bancada do PSL inicia mandato fragmentada e aos trancos

Arquivado em: Política, Últimas Notícias
Publicado segunda-feira, 28 de janeiro de 2019 as 16:33, por: CdB

As disputas são marca da bancada desde a campanha eleitoral do ano passado. Mas o clima acirrou com as disputas internas por cargos e pelo comando da liderança.

 

Por Redação – de Brasília

 

O PSL, segunda maior bancada na Câmara, inicia o mandato dividida e fragmentada. As disputas internas aumentam com a proximidade da posse, marcada para esta sexta-feira, por conta de cargos de comando na Câmara.

O deputado Major Olímpio (PSL-SP) admite que há fraturas na bancada do PSL
O deputado Major Olímpio (PSL-SP) admite que há fraturas na bancada do PSL

As disputas são marca da bancada desde a campanha eleitoral do ano passado. Mas o clima acirrou com as disputas internas por cargos e pelo comando da liderança. Integrantes da bancada têm dito a jornalistas que há mais candidatos do que cargos no acordo fechado com o Democratas, para a reeleição do atual presidente, Rodrigo Maia (DEM-RJ).

A 2ª vice-presidência da Mesa Diretora; além do comando das duas principais comissões da Casa: a Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) e a Comissão de Finanças e Tributação (CFT) são os postos definidos no acordo, para a legenda.

Voto secreto

Hoje deputado, mas eleito para uma cadeira no Senado, o Major Olímpio, presidente do PSL do Estado de São Paulo, confirma a existência de conflitos internos na legenda.

Segundo parlamentares da bancada, o escândalo sobre movimentações financeiras suspeitas do ex-policial militar Fabrício Queiroz, que trabalhava para o senador eleito Flávio Bolsonaro (PSL-RJ), primogênito do presidente da República, tem sido um ponto de discórdia importante.

A extensão da crise deixa uma incógnita sobre os rumos dos 52 votos da bancada na eleição de Maia. Um deputado de primeira viagem, estreante no Congresso, lembrou que não há punição prevista para aquele deputado que não votar segundo os interesses do governo, uma vez que o voto na eleição é secreto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *