Band não cansa de provar que não sabe fazer televisão

Arquivado em: Coluna da TV, Cultura, Últimas Notícias
Publicado sexta-feira, 22 de fevereiro de 2019 as 09:37, por: CdB

Há a necessidade de um trabalho bem pensado no todo, algo que pelas próprias decisões conhecidas e já anunciadas não está acontecendo.

Por Flávio Ricco – do Rio de Janeiro

Colaboração – José Carlos Nery

Às voltas com tantos problemas, o que a Band mais precisa é não repetir os muitos equívocos cometidos e, daqui em diante, pensar numa televisão capaz de trazer de volta o público perdido ao longo dos últimos anos.

Às voltas com tantos problemas, o que a Band mais precisa é não repetir os muitos equívocos cometidos

Existem, na verdade, alguns movimentos neste sentido. A mexida nas manhãs, com os prometidos lançamentos de um jornal e um novo programa de variedades, pode ser um bom começo, mas ainda bem insuficiente diante dos tamanhos buracos existentes na grade.

Há a necessidade de um trabalho bem pensado no todo, algo que pelas próprias decisões conhecidas e já anunciadas não está acontecendo.

A chance do MasterChef dar certo nas noites de domingo é nenhuma, por ser uma faixa já de muito tempo com um número “x” de ligados, convenientemente distribuídos entre Silvio Santos, Fantástico e Encrenca, principalmente.

E, cá entre nós, comida é o que menos qualquer um quer ouvir falar ou pensar numa noite de domingo.

Sem qualquer exagero, esta chega a ser uma escolha irresponsável, num momento em que a Bandeirantes não pode nem pensar ou se dar ao luxo de errar.

TV Tudo

Certo pelo incerto

De muito tempo, não de agora, a noite de terça-feira continua sendo uma dor de cabeça na vida dos programadores da TV. Até a Globo tem problemas.

E o MasterChef, com 4 ou 5 pontos, no momento atual da Band, está de muito bom tamanho. Mesmo com o formato esmerilhado, nunca foi o maior dos problemas.

E o que vem aí

E o que se prepara, levando o MC para os domingos, é o lançamento de um produto similar nas noites de terça.

Estão enchendo a programação de formatos, sem qualquer preocupação em desenvolver nenhum conteúdo. Outra iniciativa de quem não pensa ou não sabe fazer televisão, é sempre apelar para o prato feito.

Pela ordem

Já tem o MasterChef, vem por aí mais um parecido com ele, além de O Aprendiz, o reality de jornalismo da Ana Paula Padrão, reprise do Shark Tank e Planeta Startup.

Onde querem chegar com isso? Uma pena. A Band, no momento em que ela mais precisa de pessoas capazes, tem a sua pior direção de todos os tempos. Erram no atacado e acertam no varejo.

Fica de olho

Está cada dia mais escancarado o lobby das produtoras estrangeiras no mercado.

E isto em todos os setores da programação. Nem a dramaturgia está a salvo. Os mais fracos ou incompetentes, claro, se deixam levar pelo canto da sereia.

Estaleiro

Boris Casoy, vítima de um acidente doméstico, tropeçou no tapete do quarto e fraturou uma das vértebras. Está bem e ontem já queria voltar ao trabalho.

Mas foi aconselhado a ficar esses dias de molho, em casa e só retornar na segunda-feira.

Foi um craque

Ele era preciso nas cobranças de falta e colocava a bola onde queria, mas não lembro bem se o Petkovic, em campo, era tão fominha como agora, nos programas esportivos do SporTV.

Toma conta da palavra, não passa e não tabela com ninguém. Difícil.

Gravado

Glenda Kozlowski e Raphael de Angelis gravaram entrevista com Neymar, conversa de mais de duas horas, na casa dele, em Paris. Os dois ficaram impressionados com o tamanho do tempo que o craque dispensa para o tratamento da sua contusão no pé.

Vai ao ar no Esporte Espetacular do dia 3 de março.

Mistério

Se tem algo que ninguém, na Band, conseguiu descobrir até agora – e aí se incluem os seus mais medalhados, foi o motivo que determinou o afastamento do Betinho da cobertura do Band Folia.

E o interessante é que, quando alguém pergunta, não há resposta. O que se sabe é que não foi uma decisão do Artístico, muito menos por causa de dinheiro.

E por outra

O elenco da Band, data hoje e sem ser aqueles que irão trabalhar, também não trocará São Paulo por Salvador para fazer presença vip no carnaval.

Aquela folia de outros carnavais, desta vez, não vai rolar.

Batalhas

Simone & Simaria estão escaladas para cantar Qualidade de vida, domingo, no segundo dia de Batalhas do The Voice Brasil, hoje um dos maiores sucessos da Globo.

Nesta fase, os técnicos separam seus times em trios que se apresentam juntos no palco e em seguida decidem qual voz segue na disputa.

Bate – Rebate

·       Há uma reclamação muito forte, entre o próprio elenco da Record, sobre a interferência da igreja na sua dramaturgia…

·       … Algo que deixou de se limitar ao texto, prática de algum tempo…

·       … Mas agora até também na direção e produção de algumas cenas. Está difícil.

·        A novela do Walcyr Carrasco, A Dona do Pedaço, é quase que um caso à parte na dramaturgia da Globo…

·       … Já começaram as gravações, mas ainda tem gente sendo escalada.

·       Silvio de Abreu destacou o experiente Ricardo Linhares para fazer a supervisão da novela de Manuela Dias, que vai entrar na sequência do Walcyr.

·       O jornalismo da Record, agora sob a responsabilidade de Antonio Guerrero, está passando por algumas transformações…

·       … Colocar Rogério Gallo como diretor de criação foi só uma delas…

·       … E tudo está sendo feito com muita calma e depois de cuidadosas avaliações…

·       … O interessante é que, graças a esta sua forma de trabalhar, o Guerreiro ganhou a redação…

·       … Está todo mundo com ele e não abre. Bom assim.

C´est fini

A série Eu, Minha Avó e a Boi, escrita por Miguel Falabella e sob encomenda para a Globoplay, integra uma lista de projetos aprovados pela hoje executiva Glória Perez.

Muito em breve, haverá o anúncio de outros dois trabalhos.

Então é isso. Mas amanhã tem mais. Tchau!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *