Barcelona contrata goleiro brasileiro Neto

Arquivado em: Destaque do Dia, Esportes, Futebol, Últimas Notícias
Publicado quinta-feira, 27 de junho de 2019 as 13:07, por: CdB

O Barcelona também informou que vai incluir uma cláusula de rescisão de 200 milhões de euros no contrato de Neto, que será reserva do alemão Marc-Andre ter Stegen.

Por Redação, com Reuters – de Barcelona

O Barcelona fechou a contratação do goleiro brasileiro Neto, do Valencia, por um valor inicial de 26 milhões de euros, informou o clube atual campeão espanhol nesta quinta-feira.

Goleiro brasileiro Neto, contratado pelo Barcelona do Valencia

Neto assinará contrato de quatro anos com o Barcelona, com duração até o fim da temporada 2022-23, e substituirá Jasper Cillessen como goleiro reserva do time catalão, uma vez que o holandês seguiu caminho contrário na quarta-feira do Barça para o Valencia.

“FC Barcelona e Valencia CF chegaram a um acordo para a transferência do jogador Norberto Murara Neto”, informou o Barcelona em comunicado. “O custo da transação será de 26 milhões de euros mais 9 milhões em aditivos”.

O Barcelona também informou que vai incluir uma cláusula de rescisão de 200 milhões de euros no contrato de Neto, que será reserva do alemão Marc-Andre ter Stegen.

Neto disputou 47 partidas pelo Valencia na temporada passada, e os 10 jogos que ficou sem levar gols ajudaram o time a se classificar para a Liga dos Campeões graças ao quarto lugar obtido na tabela do Campeonato Espanhol.

Jean Lucas

O Olympique de Lyon contratou o meia-atacante Jean Lucas do Flamengo por 8 milhões de euros em um contrato de cinco anos, informou a equipe francesa na terça-feira.

O jogador de 21 anos fez sua estreia pelo Flamengo no ano passado, mas foi emprestado ao Santos no início da atual temporada.

“O Olympique de Lyon está muito contente em anunciar um acordo com o clube brasileiro Flamengo para trazer o promissor meio-campista brasileiro Jean Lucas de Souza Oliveira para o Lyon”, disse o clube francês em um comunicado.

“O valor da transferência é de 8 milhões de euros, mais uma porcentagem de uma possível transferência futura. Jean Lucas assinou um contrato de cinco anos com o Olympique de Lyon.”

No início deste mês, o Lyon vendeu o lateral francês Ferland Mendy para o Real Madrid por 48 milhões de euros.

Copa do Mundo de 2034

Países do Sudeste Asiático irão apresentar uma candidatura conjunta para sediar a Copa do Mundo de futebol em 2034, disse no domingo o primeiro-ministro da Tailândia, Prayuth Chan-ocha, após reuniões com líderes da região em Bangkok.

A Ásia só foi sede do torneio mundial de futebol, que acontece a cada quatro anos, quando Japão e Coreia se uniram para receber os jogos em 2022. O continente receberá novamente a Copa em 2022, quando a competição ocorrerá no Catar.

– Os líderes apoiaram que a região seja sede da Copa do Mundo da FIFA em 2034, se possível – disse Prayuth em uma coletiva de imprensa que encerrou o primeiro encontro do grupo de 10 países conhecido como Associação de Nações do Sudeste Asiático (ASEAN, na sigla em inglês).

– Eu gostaria de convidar as pessoas da ASEAN a apoiar as associações de futebol em seus países para a realização desse sonho – afirmou ele.

Os países da ASEAN são Camboja, Indonésia, Laos, Malásia, Mianmar, Filipinas, Cingapura, Tailândia, Vietnã e Brunei.

A região é habitada por mais de 640 milhões de pessoas, muitas delas fanáticas por futebol, mesmo com as seleções de seus países sendo “peixes pequenos” no mundo do futebol, nenhuma delas jamais se classificou para a Copa do Mundo.

A idéia de sediar a Copa do Mundo nos países do Sudeste Asiático foi discutida pela primeira vez no início da década, com seus defensores alegando que isso poderia ajudar a elevar o perfil e a integração da região.

Especialistas

No entanto, especialistas disseram que é preciso fazer mais para esclarecer os detalhes de como os 10 países devem prosseguir com a proposta, incluindo a possibilidade de colocar em campo uma equipe regional composta pelos melhores jogadores da região.

– A realização da Copa do Mundo elevaria a posição global da ASEAN. E pela primeira vez um bloco intergovernamental regional abrigaria um evento esportivo de tal importância – disse Fuadi Pitsuwan, especialista em políticas públicas da Universidade de Chiang Mai e defensor da iniciativa há tempos.

A candidatura do Sudeste Asiático também competiria com a China, que é amplamente vista como favorita para sediar o próximo torneio na Ásia.

– Há algo a ganhar com o processo de candidatura em si, então ganhar é secundário, o objetivo é participar e reunir o regionalismo da ASEAN para criar um senso de comunidade – disse ele.

Competição

– A competição amistosa com a China nesse campo é ótima para a união, muito melhor do que tensões políticas e sociais.

A edição de 2002 foi a única Copa do Mundo a ter mais de um país como sede, mas os Estados Unidos, o Canadá e o México organizarão em conjunto o torneio de 2026.

Mianmar e Tailândia manifestaram interesse em co-sediar a Copa do Mundo Sub-20 em 2021, informou a FIFA no mês passado, enquanto a Indonésia está entre os países que avaliam uma disputa individual pelo torneio.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *