Base aliada da Câmara avalia cancelamento do almoço com Lula

Arquivado em: Arquivo CDB
Publicado terça-feira, 9 de novembro de 2004 as 11:06, por: CdB

A base aliada da Câmara dos Deputados avaliou o possível cancelamento do almoço desta terça-feira com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva para tratar da agenda de votações. De acordo com o líder do governo na Casa, deputado Professor Luizinho (PT-SP), o presidente retornou esta madrugada para Brasília, depois de ter participado da cerimônia de posse da nova diretoria da Federação das Indústrias de São Paulo (FIESP). Segundo o parlamentar, isso provocou mudanças na agenda do presidente pela manhã.

– Se alguns líderes acham que não há clima para negociação e o almoço não pode ocorrer por causa de um questão de agenda, por caminhos diversos, todos chegam a uma conclusão – declarou o parlamentar.

A negociação para garantir a retomada das votações começaram nesta segunda-feira durante um jantar na residência oficial do presidente da Câmara, João Paulo Cunha (PT-SP), com líderes de oposição e da base aliada. Houve, no entanto, poucos avanços devido ao impasse em torno da liberação de emendas parlamentares.

Segundo o líder do PSB na Câmara, deputado Renato Casagrade (ES), o governo liberou apenas 16,5% dos R$ 12 bilhões do orçamento destinados a investimentos, o que inclui as emendas apresentadas pelos deputados. Atualmente 21 medidas provisórias estão na pauta aguardando a deliberação dos parlamentares.