‘BBB’ está mudando o calendário da televisão brasileira

Arquivado em: Coluna da TV, Cultura, Últimas Notícias
Publicado segunda-feira, 24 de fevereiro de 2020 as 19:29, por: CdB

Tinha-se como verdade, ou tentava-se passar como tal, que este era um período em que as agências de propaganda e os principais clientes usavam apenas para planificar as suas mídias.

Por Flávio Ricco – do Rio de Janeiro

Colaboração – José Carlos Nery

A afirmação que o ano só começa depois do carnaval, durante muito tempo também valeu para a televisão, porque as emissoras, em sua maioria, não realizavam investimentos na programação em janeiro e fevereiro.

Tiago Leifert no programa deste último sábado
Tiago Leifert no programa deste último sábado

Tinha-se como verdade, ou tentava-se passar como tal, que este era um período em que as agências de propaganda e os principais clientes usavam apenas para planificar as suas mídias.

E que dinheiro novo nenhum era colocado no mercado nesses dois primeiros meses.

Uma lenda que só o entretenimento seguia ou usava para fundamentar a sua paralisação, porque o jornalismo, nem poderia ser diferente, e a dramaturgia sempre continuavam com suas vidinhas normais.

E assim foi até que o Big Brother, além de anular essa justificativa, aos poucos começou a apresentar, inclusive para a própria Globo, as vantagens de se fazer televisão o ano inteiro.

E um exemplo que, também lentamente, começa a servir para outras TVs, como Record e Band, por exemplo.

Das maiores, se verifica, só o SBT ainda continua parado no tempo e na história.

E, por certo, perdendo muito com isso.

TV Tudo

Orelha a orelha

A direção da Globo festeja o sucesso do BBB20.

A dois meses ainda do fim da atual edição, a audiência está lá em cima e os seus espaços comerciais nunca foram tão intensamente disputados.

Vai indo

A conversa Band – Ronnie Von, agora, com o final do carnaval, deve ganhar contornos definidos.

Após meses de negociação, tudo caminha para o entendimento. E, por aí, a possibilidade de um reality criado especialmente para o público da terceira idade.

Base única

Todo o pessoal da CNN Brasil, em São Paulo, já está reunido no prédio da avenida Paulista, sua sede principal.

Alguns poucos, até a semana passada, ainda continuavam trabalhando num escritório provisório da alameda Santos.

Por outro lado

Até a sua inauguração, na primeira quinzena de março, a CNN Brasil pretende assegurar a distribuição do seu sinal em todas as operadoras.

Claro/Net e Sky já estão certas. Quanto a Vivo e Oi, a informação é que o contrato está em vias de ser assinado.

Não tem dia

Os trabalhos de Gênesis, próxima bíblica da Record, agora seguem num ritmo dos mais satisfatórios, considerando as dificuldades da sua produção.

E a Record confirma a sua estreia para abril, mas ainda sem fixar data.

Muito confuso

O SBT deve intensificar imediatamente após o carnaval a produção de Poliana – parte 2, com direção do Ricardo Mantoanelli.

Mas é um trabalho que vai começar agora, mas ninguém sabe quando irá terminar. Os atores chamados estão assinando contratos até dezembro.

Nada planejado

A realidade da teledramaturgia do SBT ainda se resume a Poliana. E a apenas ela.

Em se tratando do futuro ou da sua substituta, não há nada sendo planejado.

Não, não. Sim, sim

A Netflix deixou de oferecer os 30 dias de degustação aos interessados em conhecer os seus serviços. Mas, em determinadas ocasiões, ainda poderá fazer algumas promoções isoladas.

Globoplay, seu principal concorrente no mercado nacional, continua oferecendo uma semana de gratuidade.

Parceria

Os Esquecidos, trabalho da HBO com O2 Filmes, já teve a sua produção iniciada.

Série de suspense, escrita por Fábio Mendonça e Antônio Tibau, conta a história de oito jovens que se perdem durante uma trilha na Serra do Mar. São 10 capítulos.

Elenco

A série Os Esquecidos terá as participações de Caroline Abas, Daniel Rocha, Silvero Pereira, Oswaldo Mil e James Turpin.

A maior parte das cenas será gravada em externas e Paranapiacaba, distrito de Santo André, uma das principais locações.

Volta às novelas

Longe das novelas desde o trabalho em Os Dez Mandamentos (2016), Francisca Queiroz vai reaparecer, em Gênesis, nova produção bíblica da Record, no papel de  Semíramis, mãe de Ninrode (Pablo Morais), o idealizador da ‘Torre de Babel’. É descrita como dissimulada, manipuladora e controladora. Tem ainda uma relação possessiva e doentia com o filho.

Bate – Rebate

·       Homero Salles, vice de Conteúdo da Rede TV!, ficou esses dias todos tentando entender o funcionamento da emissora, em seus diferentes setores…

·       … Agora, na volta de uma rápida visita à família em Portugal, já terá condições de iniciar o seu trabalho.

·       Existem estudos para mudanças na programação do SBT…

·       … Talvez ainda entre abril e maio…

·       … Fala-se em algumas surpresas…

·       … Mas todas as decisões ainda serão submetidas ao dono Silvio Santos.

·       Globo deu um tempo nas gravações das novelas nos dias de carnaval…

·       … Mas, na Quarta de Cinzas, trabalho normal para todas.

·       Nesta terça, à tarde, como todos os anos acontece, a Globo vai transmitir a apuração dos desfiles das escolas de samba de São Paulo.

C´est fini

A Band vai transmitir a Copa do Brasil de Futebol Sub-20 a partir de 22 de março.

As partidas serão exibidas aos domingos, sempre na faixa da manhã.

Então é isso. Mas amanhã tem mais. Tchau!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *