BC intervirá no câmbio em caso de “pânico”, diz Goldfajn

Arquivado em: Negócios, Últimas Notícias
Publicado sexta-feira, 6 de julho de 2018 as 22:42, por: CdB

Goldfajn voltou a destacar que o objetivo do BC “não é determinar um determinado patamar” para a moeda norte-americana.

 

Por Redação – do Rio de Janeiro

O Banco Central não pautará sua atuação no câmbio por mudanças de preço, buscando apenas dar tranquilidade ao mercado quando avaliar a ocorrência de falta de liquidez ou sensação de pânico, afirmou o presidente do Banco Central, Ilan Goldfajn.

Presidente do BC, Goldfajn diz que intervenção no câmbio será pontual
Presidente do BC, Goldfajn diz que intervenção no câmbio será pontual

— Nosso papel, dado que a gente tem um seguro, que são as reservas, é oferecer essa tranquilidade. Mas não é determinar o que vai ocorrer no mercado de câmbio flutuante. É dar tranquilidade. É isso que a gente fez lá atrás, é isso que a gente vai fazer daqui para frente — disse, na noite desta quinta-feira.

Goldfajn voltou a destacar que o objetivo do BC “não é determinar um determinado patamar” para a moeda norte-americana.

— A atuação vai ser no momento onde não houver o que a gente considera liquidez. Desfuncionalidade. Onde houver sensação de pânico, coisas que no mercado não funcionam. Não é o movimento do preço, se está caindo ou se está subindo, mas a percepção de que houve alguma mudança de visão muito rápida e não houve a capacidade de o mercado se adaptar a isso. (Nesse caso) nós vamos dar essa tranquilidade. Nós vamos usar esse seguro — concluiu.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *