Bill Cosby é condenado à prisão por abuso sexual

Arquivado em: América do Norte, Destaque do Dia, Mundo, Últimas Notícias
Publicado quarta-feira, 26 de setembro de 2018 as 12:27, por: CdB

Primeira celebridade da era do #MeToo a ser preso, comediante norte-americano deverá cumprir ao menos três anos de prisão e máximo de dez por ter abusado de canadense em 2004.

Por Redação, com DW – de Nova York

O ator e comediante norte-americano Bill Cosby, de 81 anos, foi condenado na terça-feira, num tribunal em Norristown, no estado da Pensilvânia, a pelo menos três anos de prisão e máximo de 10 anos por drogar e abusar sexual de uma mulher. Com a sentença, ele se tornou a primeira celebridade da era do #MeToo a ser preso.

Mais de 50 mulheres acusaram Bill Cosby de abuso sexual

Cosby foi declarado culpado das acusações de penetração sem consentimento, penetração enquanto se está inconsciente e penetração após a vítima ter sido entorpecida num julgamento que ocorreu em abril.

O crime ocorreu em 2004, quando o comediante convidou a canadense Andrea Constand, sua amiga, para ir a sua mansão em Cheltenham e lhe deu pílulas que a deixaram enjoada. As drogas permitiram ao comediante que abusasse de Constand. A vítima, de 45 anos, era então a treinadora de basquete da equipe feminina da Universidade de Temple, onde o ator estudou e para a qual era um importante doador.

Numa carta enviada ao tribunal, Constand disse que depois da violência teve que lidar durante anos com ansiedade e insegurança. Ela afirmou ainda que mora sozinha e tem até hoje dificuldade de confiar nas pessoas e seguir em frente.

Além da prisão, o juiz do caso, Steven O’Neill, classificou o comediante como um “predador sexual violento”. Esta declaração faz com que o artista seja incluído numa série de listas onde são registrados agressores sexuais e que são enviadas a entidades que englobam possíveis vítimas, tais como centros educativos.

Cosby terá ainda que comparecer a sessões de tratamento pelo resto de sua vida, seja qual for seu status de liberdade, e ficará registrado na polícia como agressor sexual.

O juiz determinou a prisão imediata do comediante e o pagamento de uma multa de US$ 25 mil. Depois de passar três anos em regime fechado, Cosby poderá pedir liberdade condicional. O pedido será analisado por uma comissão especial.

Cosby nega as acusações. Seus advogados afirmaram que vão recorrer da decisão. O comediante se recusou ainda a fazer comentários no tribunal antes da declaração da sentença.

Mais de 50 mulheres acusaram Cosby de abuso sexual nas últimas cinco décadas. A maioria das acusações já prescreveu. O caso de Constand foi o único que levou o comediante a enfrentar um processo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *