BMW e Great Wall construirão fábrica na China para veículos elétricos

Arquivado em: Destaque do Dia, Internet, Tecnologia, Últimas Notícias
Publicado sexta-feira, 29 de novembro de 2019 as 13:11, por: CdB

A BMW e sua parceira Great Wall Motor disseram que planejam construir uma fábrica na China com capacidade de produção de 160 mil carros por ano.

Por Redação, com Reuters – de Munique

A BMW e sua parceira Great Wall Motor disseram que planejam construir uma fábrica na China com capacidade de produção de 160 mil carros por ano e que produzirá a o veículo elétrico MINI da BMW e modelos da Great Wall.

A BMW e sua parceira Great Wall Motor disseram que planejam construir uma fábrica na China
A BMW e sua parceira Great Wall Motor disseram que planejam construir uma fábrica na China

A fábrica de 650 milhões de euros deverá ser concluída em 2022.

Montadoras

Montadoras e fornecedores estão se esforçando para atender a novas e difíceis cotas chinesas para carros menos poluentes. Essas regras exigem que os veículos elétricos e híbridos recarregáveis representem um quinto do total de vendas até 2025.

A nova joint venture Spotlight Automotive, será sediada em Zhangjiagang, perto de Xangai, e empregará 3 mil funcionários.

No início deste mês, a Great Wall obteve aprovação regulatória para a nova fábrica.

A BMW segue os passos da Volkswagen, que terá duas fábricas na China para a produção de carros elétricos no próximo ano com capacidade de produção combinada de 600 mil veículos.

Tesla

A Tesla recebeu 250 mil pedidos de interessados em sua picape elétrica revelada dias atrás, indicou o presidente-executivo da montadora norte-americana, Elon Musk, no Twitter.

Musk vem promovendo a Cybertruck no Twitter e tuitando atualizações sobre o número de encomendas que a empresa recebeu desde o lançamento ocorrido na quinta-feira passada.

Após mais de 50 interações no Twitter desde o lançamento, o executivo escreveu “250k” na noite de terça-feira, em uma aparente referência ao número de pedidos recebidos pela picape elétrica.

A Tesla não confirmou imediatamente os números.

A companhia iniciou as pré-vendas imediatamente após o lançamento e permitiu que clientes potenciais reservassem a picape pagando US$ 100 reembolsáveis, em comparação com os US$ 1 mil cobrados pela reserva do sedã Model 3 em 2016.

Nem todas as reservas se traduzem em vendas, pois muitas provavelmente serão canceladas e o dinheiro devolvido aos clientes. A Tesla planeja começar a fabricar a picape por volta do final de 2021.

A montadora elétrica recebeu 325 mil pedidos para o Model 3 na primeira semana de reservas há três anos, e a Cybertruck poderia rivalizar com esse número, faltando um dia para completar uma semana do lançamento.

A picape, feita de aço inoxidável usado em foguetes e com o preço a partir de US$ 39, 9 mil não impressionou Wall Street na semana passada, depois que as janelas de “vidro blindado” quebraram durante demonstração no lançamento. Analistas do setor automotivo afirmaram ainda que o projeto não tem apelo de massa.