Boca Juniors pede à Conmebol prazo para contestar defesa do River Plate

Arquivado em: Destaque do Dia, Esportes, Futebol, Últimas Notícias
Publicado quinta-feira, 29 de novembro de 2018 as 12:51, por: CdB

O presidente de Boca Juniors, Daniel Angelici, disse que a equipe não jogará “nenhuma partida” e prometeu esgotar todas as vias dentro da Conmebol e até mesmo recorrer à Corte de Arbitragem Esportiva (CAS).

Por Redação, com EFE – de Assunção/Paris

A Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol) fixou para esta quinta-feira o prazo para o Boca Juniors apresentar sua réplica à defesa apresentada pelo River Plate no conflito para definir o destino da final da Taça Libertadores.

A Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol) fixou para esta quinta-feira o prazo para o Boca Juniors apresentar sua réplica à defesa

O prazo para a contestação da defesa do River vencia na quarta-feira, mas os dirigentes de Boca solicitaram a ampliação do prazo.

A partida da final das Libertadores deveria ter sido disputada no sábado passado, mas um ataque de torcedores contra o ônibus que levava os jogadores do Boca ao estádio Monumental provocou o adiamento do jogo, inicialmente para o domingo, mas os visitantes se recusaram a jogar e chegaram inclusive a exigir ser proclamados campeões.

A Conmebol anunciou na terça-feira que o jogo decisivo será finalmente disputado fora da Argentina, em 8 ou 9 de dezembro, mas a entidade ainda espera o pronunciamento da Unidade Disciplinar diante das alegações documentadas e apresentadas pelas equipes.

O presidente de Boca Juniors, Daniel Angelici, disse que a equipe não jogará “nenhuma partida” e prometeu esgotar todas as vias dentro da Conmebol e até mesmo recorrer à Corte de Arbitragem Esportiva (CAS).

A cidade de Miami, as autoridades do Catar, cuja seleção foi convidada pela Conmebol à Copa América de 2019 no Brasil, e a capital paraguaia, Assunção, surgem como opções para receber o jogo da final da Libertadores, admitiram pouco depois da reunião fontes da entidade.

Nas últimas horas também foram oferecidas à Conmebol os estádios de Medellín e o Mineirão, em Belo Horizonte.

Casal francês registra filho como Griezmann Mbappé

Um casal francês registrou o filho com o nome composto Griezmann Mbappé, em homenagem aos dois atacantes campeões mundiais pela França neste ano, mas as autoridades locais tentaram impedir e deixaram o caso nas mãos da justiça.

Segundo informações divulgadas nesta quarta pelo jornal La Montagne, o bebê nasceu na maternidade de Brive neste mês. Quando os pais o registraram com o sobrenome dos dois ídolos dos ‘Bleus’, o cartório da câmara municipal optou por comunicar a situação à promotoria pública por suspeitas que o nome atente contra a criança, algo previsto na legislação do país.

A princípio, a promotoria entregará o caso a um juiz especializado em assuntos familiares, que deverá decretar a suspensão ou não do nome. Por enquanto, o bebê está registrado com o nome desejado pelo casal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *