Bolsonaro nomeia mais um general, dessa vez para lidar com o Congresso

Arquivado em: Política, Últimas Notícias
Publicado segunda-feira, 26 de novembro de 2018 as 15:03, por: CdB

O general foi comandante das forças da ONU no Haiti e no Congo e atualmente é general da reserva do Exército. Em 2017, ele chegou a ocupar o o cargo de Secretário Nacional de Segurança Pública a convite do presidente Michel Temer.

 

Por Redação – do Rio de Janeiro

 

Presidente eleito, Jair Bolsonaro anunciou, nesta segunda-feira, que o general-de-Divisão Carlos Alberto dos Santos Cruz será seu secretário de Governo. O cargo é reservado para o representante da Presidência da República nas negociações com o Congresso. A pasta é atualmente ocupada pelo deputado não reeleito Carlos Marun (MDB-MS).

O general Santos Cruz já exerceu comando de tropas brasileiras no Haiti, pelas Nações Unidas
O general Santos Cruz já exerceu comando de tropas brasileiras no Haiti, pelas Nações Unidas

O general foi comandante das forças da ONU no Haiti e no Congo e atualmente é general da reserva do Exército. Em 2017, ele chegou a ocupar o o cargo de Secretário Nacional de Segurança Pública a convite do presidente Michel Temer.

Com um currículo marcado pela experiência internacional, Carlos Alberto dos Santos Cruz chegou a ser adido militar na embaixada do Brasil em Moscou (Rússia), entre 2001 e 2002.
Santos Cruz é o quarto militar a ser indicado para integrar o governo de Bolsonaro.

Minas e Energia

Bolsonaro (PSL) afirmou, ainda nesta manhã, que espera fechar, até o fim mês, o seu ministério e que a escolha dos ministros que ainda faltam será resultado de uma conversa com bancadas e não de indicação de partidos.

Os nomes para muitos ministérios já foram definidos. Mas falta, por exemplo, saber quem comandará o Ministério de Minas e Energia, estratégico em um país como o Brasil, grande exportador de commodities.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *