Bolsonaro repete que vai “varrer o marxismo das escolas”

Arquivado em: Política, Últimas Notícias
Publicado sexta-feira, 4 de janeiro de 2019 as 16:05, por: CdB

Outra estupidez que se tornou piada nos cursos de economia. Clássico exemplo de um lugar onde aplicaram isso ao pé da letra é Hong Kong.

 

Por Maria Fernanda Arruda – de Santos-SP

 

Bolsonaro tem certeza que todo brasileiro é retardado. Não tem um só fã deste vigarista que prove que “marxismo” é este que tanto prejudica o país. Alguém conhece algum aluno do médio ou fundamental que saiba ao menos no que consiste coisas como “materialismo dialético”? Aliás, tem até professor de filosofia sem saber no que consiste a “mais valia”.

Maria Fernanda Arruda escreve para o Correio do Brasil
Maria Fernanda Arruda escreve para o Correio do Brasil

Este medo do Bolsonaro de que os alunos tenham acesso a autores anti capitalistas, por si só prova que ele não é “contra tudo isso que está ai” como dizem seus fãs, pelo contrário… “Tudo isso que está ai”, se resume basicamente a empresários bancando candidatos em troca de privilégios às custas dos direitos do trabalhador. Bolsonaro que o diga, vide os empresários que investiram milhões em fake news pra queimar seus adversários à fim de favorecê-lo

“A saída para o Brasil é o livre mercado”

Outra estupidez que se tornou piada nos cursos de economia. Clássico exemplo de um lugar onde aplicaram isso ao pé da letra é Hong Kong. É de lá que importamos a maioria destes produtos que só são baratos por conta do trabalho escravo.

Mas considerando que Bolsonaro já votou contra o trabalhador na reforma trabalhista de Temer, não deveria ser surpresa pra ninguém que ele apoie este modelo de mercado. Ou alguém acredita que a maioria dos empresários enaltece este modelo porque será melhor para os funcionários do que pra eles?

A verdade é uma só, o que levou Bolsonaro ao poder não foi seu plano de governo, até porque ele não tem plano de governo. O que o levou ao poder foi o famoso analfabetismo político do brasileiro.

Maria Fernanda Arruda é escritora e colunista do Correio do Brasil.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *