Bolsonaro testa positivo para coronavírus, adianta colunista

Arquivado em: Brasil, Últimas Notícias
Publicado sexta-feira, 13 de março de 2020 as 11:27, por: CdB

“O semblante pálido e abatido – com olhos um pouco marejados – no pronunciamento em rede nacional de TV nesta quinta-feira à noite – logo após ele fazer uma live na página do Facebook com máscara – foi o prenúncio de uma sexta-feira 13 sem precedentes na suíte presidencial”, escreveu o jornalista Leandro Mazzini.

Por Redação – do Rio de Janeiro

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) testou positivo para o vírus Sars-CoV-2, nesta sexta-feira, e aguarda a contra-prova, a ser divulgada nas próximas horas, para confirmar a síndrome Covid-19, que já matou mais de 6 mil pessoas, na pandemia declarada pela Organização Mundial de Saúde (OMS), na terça-feira. A informação foi divulgada, nesta manhã, na coluna do jornalista Leandro Mazzini, do diário popular carioca O Dia.

Wajngarten, contaminado com o novo coronavírus, escondido atrás do presidente Donald Trump, na foto com o mandatário brasileiro, Jair Bolsonaro
Wajngarten, contaminado com o novo coronavírus, escondido atrás do presidente Donald Trump, na foto com o mandatário brasileiro, Jair Bolsonaro

“O semblante pálido e abatido – com olhos um pouco marejados – no pronunciamento em rede nacional de TV nesta quinta-feira à noite – logo após ele fazer uma live na página do Facebook com máscara – foi o prenúncio de uma sexta-feira 13 sem precedentes na suíte presidencial: seu positivo o primeiro teste para constatar infecção por coronavírus no presidente da República Jair Bolsonaro”, escreveu Mazzini.

Bolsa de Valores

Ainda segundo o colunista, Bolsonaro “espera o resultado da contra-prova nesta sexta-feira para confirmar ou não a contaminação. Há tensão no ar. A despeito de passar tranquilidade na TV, e pedir ao povo para evitar as ruas (um claro cancelamento da convocação das manifestações pró-governo de domingo), Bolsonaro não esconde as evidências dos cuidados com a saúde. Apareceu de máscara hoje de manhã e não saiu do Palácio da Alvorada, a residência oficial”.

“Se Bolsonaro vai divulgar o resultado – seja positivo ou não – é uma questão pessoal, mas que envolve também uma situação de soberania nacional. Passar à população uma imagem de um presidente infectado pode causar medo geral e até mexer com os índices da Bolsa de Valores, que já oscilam fortemente há uma semana, com circuit-break como rotina”, acrescentou.

Segundo a fonte da coluna de Leandro Mazzini, “Bolsonaro vai chamar ao Alvorada o núcleo presidencial – todos militares de alta patente – para decidir o que falar. Enquanto a nação fica de stand by. A mesma fonte da Coluna informa que até o comandante do avião presidencial que voltou dos Estados Unidos estaria contaminado”.