Bombeiros paulistanos confirmam vítima fatal em escombros de prédio incendiado

Arquivado em: Brasil, Destaque do Dia, Últimas Notícias
Publicado terça-feira, 1 de maio de 2018 as 15:42, por: CdB

Alguns prédios próximos foram evacuados e toda área está isolada. Mais de 100 homens de várias unidades do Corpo de Bombeiros estão no local.

 

Por Redação – de São Paulo

 

Um prédio de 22 andares desabou na região central da cidade de São Paulo, na madrugada desta terça-feira. Ao menos uma pessoa está desaparecida; segundo informações dos Bombeiros. As causas do incêndio, no prédio que abrigava uma ocupação irregular; ainda são desconhecidas.

O prédio incendiado no Centro de São Paulo desabou e há uma vítima fatal
O prédio incendiado no Centro de São Paulo desabou e há uma vítima fatal

O porta-voz do corpo do Bombeiros, capitão Marcos Palumbo, disse à jornalistas que, no momento em que o prédio desabou por volta das 2h30, a equipe tentava resgatar um homem que estava dentro do prédio. Ele terminou caindo com os escombros do prédio.

Até o momento, o porta-voz dos Bombeiros disse que este homem é única vítima conhecida. As chances de sobrevivência são pequenas. Ele acrescentou que há boatos de mais pessoas desaparecidas; mas sem confirmação até o momento.

Ocupação

Um dos edifícios, ocupado para moradia, era uma antiga instalação desativada da Polícia Federal. As informações são de que os moradores do prédio tinham de pagar uma mensalidade para viver no local. A ocupação não era organizada por movimentos de luta por moradia.

— Esse é o resultado de um governo que deixa seus moradores em situação de rua nessa situação, que não cumpriu suas promessas para essa população — disse uma assistente social que mora no entorno, a jornalistas.

Situação de rua

O pastor luterano Frederico Ludwig, que atua em igreja próxima aos edifícios consumidos pelo fogo, conta que há anos alertava a Prefeitura de São Paulo sobre as condições do local.

— Corria esgoto a céu aberto lá dentro, além de focos do mosquito da dengue — relata.

Alguns prédios próximos foram evacuados e toda área está isolada. Mais de 100 homens de várias unidades do Corpo de Bombeiros estão no local. As informações da Defesa Civil são de que o prédio que desabou era ocupado por várias famílias de pessoas em situação de rua.