Bope reforça patrulhamento em comunidades no Centro do Rio

Arquivado em: Polícia, Rio de Janeiro, Últimas Notícias
Publicado terça-feira, 8 de maio de 2018 as 13:28, por: CdB

Segundo a Coordenação de Polícia Pacificadora, grupos de criminosos partiram do Fallet e entraram em confronto com quadrilhas do Complexo de São Carlos durante a madrugada

Por Redação, com ABr – do Rio de Janeiro:

O Batalhão de Operações Especiais da Polícia Militar do Rio de Janeiro reforçou o patrulhamento em comunidades do Centro do Rio de Janeiro desde a madrugada desta terça-feira, quando foi registrado confronto entre criminosos de quadrilhas rivais.

O Batalhão de Operações Especiais da Polícia Militar do Rio de Janeiro reforçou o patrulhamento em comunidades do Centro do Rio

O patrulhamento recebe apoio do Grupamento de Intervenções Táticas (GIT); das Unidades de Polícia Pacificadora.

Segundo a Coordenação de Polícia Pacificadora, grupos de criminosos partiram do Fallet e entraram em confronto com quadrilhas do Complexo de São Carlos durante a madrugada.

Não há informações oficiais sobre mortos ou feridos nos confrontos entre os criminosos. Segundo a PM, os policiais não chegaram a entrar em confronto com os criminosos; e não houve incidentes com seus efetivos.

Também nesta manhã, a PM realiza uma operação no Morro da Babilônia; no Leme. Policiais do Batalhão de Ações com Cães atuam no local.

Subtenente da PM é assassinado

O subtenente reformado da Polícia Militar, Mauro Baptista de Azevedo, de 46 anos, foi assassinado na Zona Oeste do Rio de Janeiro. Ele estava no conjunto habitacional Mangauriba, no bairro de Paciência, quando foi abordado por criminosos, que fizeram vários disparos.

Agentes da Delegacia de Homicídios fizeram uma perícia no local; e encontraram várias cápsulas de fuzil. O Disque Denúncia oferece uma recompensa de R$ 5 mil para quem tiver informações; que levem à identificação e prisão dos responsáveis pelo homicídio.

Na quinta-feira o capitão da PM Stefan Cruz Contreiras foi morto durante uma tentativa de assalto na estrada do Capenha, em Jacarepaguá. O corpo do militar foi velado nesta sexta-feira, no cemitério Jardim da Saudade, em Sulacap, na zona oeste da cidade.

Com a morte dos dois PMs, chega a 43 o número de policiais assassinados no estado do Rio este ano. Destes, 41 são policiais militares.

Tiroteio

Tiroteio no Méier, Zona Norte do Rio, causou pânico entre profissionais de saúde e pacientes que estavam no Hospital Municipal Salgado Filho, no mesmo bairro; aguardando atendimento. Tudo ocorreu no final da noite de domingo; quando dois homens armados roubaram uma motocicleta no bairro de Cascadura e seguiram para o Méier.

Na rua Arquias Cordeiro, uma das principais do bairro, eles foram avistados por uma patrulha da Polícia Militar; quando houve perseguição e troca de tiros. Em frente à estação de trem do bairro; os criminosos deixaram a moto e pularam na linha férrea, em frente ao hospital.

Houve novo tiroteio. As pessoas que aguardavam atendimento no hospital, médicos e enfermeiros ficaram assustados; e se jogaram no chão, escondendo-se atrás das ambulâncias. Um dos criminosos, identificado como Mateus Pereira, 19 anos, foi ferido no braço direito e acabou preso. O comparsa conseguiu fugir.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *