Boris Johnson cumpre promessa e vence votação do Brexit antes do Natal

Arquivado em: Destaque do Dia, Europa, Mundo, Últimas Notícias
Publicado sexta-feira, 20 de dezembro de 2019 as 12:48, por: CdB

O primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, conseguiu aprovar seu acordo de separação da União Europeia nesta sexta-feira.

Por Redação, com Reuters – de Londres

O primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, conseguiu aprovar seu acordo de separação da União Europeia nesta sexta-feira, o primeiro passo para cumprir sua promessa eleitoral de concretizar o Brexit até 31 de janeiro na sequência de sua vitória eleitoral folgada.

Premiê Boris Johnson fala durante debate no Parlamento
Premiê Boris Johnson fala durante debate no Parlamento

Os parlamentares aprovaram a segunda leitura da legislação por 358 a 234, ressaltando a ampla maioria de Johnson no Parlamento, o que deve assegurar uma ratificação tranquila do acordo de saída para a implantação da maior mudança de rumo político do país em mais de 40 anos.

Mais de três anos depois de o Reino Unido votar pela saída da UE em um referendo, a incerteza profunda sobre o Brexit foi substituída pelo prazo firme do final de janeiro. Só depois disso o premiê terá conversas para obter um acordo comercial com o bloco e outro prazo no final do ano que vem.

“Entregar a votação do Brexit embrulhada para o Natal” era a principal meta de Johnson, o que mostra que, ao contrário de sua antecessora, Theresa May, agora ele tem as rédeas soltas para levar o Brexit adiante, apesar das críticas contínuas dos parlamentares de oposição.

Brexit

– Esta é a hora em que avançamos e descartamos os velhos rótulos ‘partir’ ou ‘ficar’… esta é a hora de agirmos juntos como uma nação revigorada, um Reino Unido – disse Johnson ao Parlamento antes da votação.

– Este é o momento de nos unirmos e escrevermos um capítulo novo e empolgante de nossa história nacional, de forjarmos uma nova parceria com nossos amigos europeus, de nos impormos no mundo, de iniciarmos a cura pela qual todo o povo deste país anseia.

Os estágios finais da ratificação ocorrerão antes do Natal. A Câmara baixa do Parlamento tem até 9 de janeiro para aprovar a legislação, o que dá pouco mais de três semanas para passar pela Câmara alta e receber a Aprovação Real.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *