Boulos e Manuela D’Ávila participam de ato contra o fascismo

Arquivado em: Política, Últimas Notícias
Publicado quarta-feira, 28 de março de 2018 as 16:47, por: CdB

O anúncio foi feito pela deputada Manuela D’Ávila, em sua página nas redes sociais. Eles participaram do ato de encerramento da caravana atingida por grupos ligados ao fascismo.

 

Por Redação – de Curitiba

 

Os presidenciáveis Manuela D’Ávila, do PCdoB, e Guilherme Boulos, do PSOL, decidiram participar, nesta quarta-feira, do ato de encerramento da caravana do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Ato deve transformar a caravana numa manifestação antifascista, um dia depois do atentado a bala perpetrado noite passada.

Boulos também se uniu contra o fascismo declarado na Região Sul do Brasil

O anúncio foi feito pela deputada Manuela D’Ávila, em sua página nas redes sociais. “Estaremos juntos: eu, @GuilhermeBoulos e @LulapeloBrasil hoje em Curitiba. Nossa unidade é contra o fascismo, contra a destruição do Brasil e da democracia!”, escreveu Manuela.

Maturidade

Logo após a divulgação do ataque a tiros à caravana, a presidenciável do PCdoB já havia condenado, em vídeo, o episódio.

Guilherme Boulos, por conseguinte, condenou os ataques a tiros que atingiram três ônibus da caravana de Lula. Ele disse que o momento exige união das esquerdas na luta contra a escalada do fascismo no país.

— Com o fascismo não se brinca, ele precisa ser enfrentado enquanto é tempo. Por isso é importante que a gente tenha esta maturidade de sentar junto e buscar uma unidade democrática contra este descalabro — afirmou Boulos, a jornalistas.

No último evento do périplo aos Estados do Sul do país, Lula encerrou sua caravana em ato na praça principal de Curitiba.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *