BR-101 tem o primeiro viaduto do país, exclusivo para animais

Arquivado em: Destaque do Dia, Meio Ambiente, Rio de Janeiro, Últimas Notícias
Publicado domingo, 2 de agosto de 2020 as 16:38, por: CdB

A inauguração coincide com o dia do Mico-Leão-Dourado, animal que está em risco de extinção e que é uma espécie endêmica do Rio de Janeiro. A região é a única do mundo onde o animal vive na natureza.

Por Redação – do Rio de Janeiro

Inaugurado neste domingo, o primeiro viaduto vegetado do Brasil está aberto na BR-101, na altura do km 218, na cidade de Silva Jardim, interior fluminense, para o trânsito de animais sobre a autoestrada.

A construção do viaduto exclusivo para animais teve início em 2018, com orçamento de R$ 9 milhões
A construção do viaduto exclusivo para animais teve início em 2018, com orçamento de R$ 9 milhões

A inauguração coincide com o dia do Mico-Leão-Dourado, animal que está em risco de extinção e que é uma espécie endêmica do Rio de Janeiro. A região é a única do mundo onde o animal vive na natureza.

A construção do viaduto teve início em 2018, com orçamento de R$ 9 milhões, e foi concluída pela concessionária que administra a rodovia, a Arteris Fluminense.

Atropelamento

A expectativa é que os animais possam utilizar o viaduto de forma a proteger a biodiversidade da região. Sobre a estrutura foram plantadas árvores nativas da Mata Atlântica, que ainda devem levar alguns anos para crescer.

Com as árvores já grandes, a travessia se tornará mais segura para os animais. O trecho escolhido para a construção do viaduto é uma área com altos índices de atropelamento de animais silvestres.

A estrutura verde proporcionará o encontro entre porções isoladas da Mata Atlântica. Os responsáveis pela obra acreditam que a presença do viaduto poderá aumentar as chances de reprodução do Mico-Leão-Dourado, conforme publicou o portal G1.

O viaduto vegetado liga a Reserva Biológica Poço das Antas à Área de Proteção Ambiental Rio São João/Mico-Leão-Dourado. A reserva é um dos principais habitats do animal.

Um segundo viaduto está previsto no licenciamento ambiental da duplicação da rodovia, além de outras estruturas semelhantes, conforme divulgou a concessionária.