Brasil pode exportar automóveis e alimentos à Síria

Arquivado em: Arquivo CDB
Publicado quarta-feira, 3 de dezembro de 2003 as 11:05, por: CdB

O ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Luiz Fernando Furlan, disse nesta quarta-feira em Damasco que o Brasil poderá exportar automóveis e alimentos para a Síria. O presidente Luiz Inácio Lula da Silva desembarcou hoje pela manhã em Damasco com uma comitiva de 125 empresários brasileiros e três ministros, na primeira etapa da viagem de oito dias ao Oriente Médio.

Furlan informou que o setor automotivo representa 12% dos US$ 5 bilhões importados anualmente pela Síria, país que também dá grande valor à importação de alimentos, especialmente sucos. O ministro do Desenvolvimento reconheceu, no entanto, que a Síria ainda é um país economicamente muito fechado com uma forte presença do governo na economia.

Recentemente, as empresas com sede no país foram estatizadas. Neste momento, o presidente Lula está sendo recebido com horas militares no Palácio do Povo, sede do governo sírio. Dentro de instantes, o presidente e sua comitiva participam de reunião com o presidente da Síria, Bashar Al-Assad.