Brasil registra aumento de doação de órgãos

Arquivado em: Destaque do Dia, Saúde, Últimas Notícias, Vida & Estilo
Publicado sexta-feira, 28 de setembro de 2018 as 10:12, por: CdB

No primeiro semestre, doações cresceram 7% em relação ao mesmo período de 2017. Número de transplantes deve bater recorde em 2018.

Por Redação, com DW – de Brasília

O número de doações de órgãos no Brasil aumentou 7% no primeiro semestre de 2018 em relação ao mesmo período do ano anterior, passando de 1.653 para 1.765, segundo divulgou na quarta-feira o Ministério da Saúde.

Socorrista leva órgão para ser transplantado em hospital em Berlim

Com esse aumento, o ministério prevê que neste ano serão realizados cerca de 26,4 mil transplantes, sendo 8.690 de órgãos sólidos (coração, fígado, pâncreas, pulmão e rim). Esse número será o maior registrado nos últimos oito anos. O país deve ainda bater recorde na série histórica dos últimos cinco anos no número de doadores efetivos, que deve chegar a 3.530.

Apenas no transplante de córnea haverá uma redução em relação aos anos anteriores devido à diminuição na lista de espera em alguns estados.

O ministério afirmou ainda que as companhias aéreas e a Força Aérea Brasileira (FAB) foram seus principais parceiros nesta tarefa. Entre junho de 2016 e junho de 2017, mais de 9 mil órgãos sólidos e tecidos foram transportados por empresas de aviação civil.

No primeiro semestre de 2018, houve um aumento de 6% em relação ao mesmo período de 2017 no número de órgãos e tecidos transportados, passando de 2.327 para 2.474.

– A união entre governo federal, iniciativa privada, estados e municípios transforma o SUS, a Política Nacional de Transplante, em exemplos de eficácia, eficiência e de retorno à população brasileira. Essa parceria mostra que, quando a gente tem prioridade de governo, temos um SUS solidário e eficiente – afirmou o ministro da Saúde interino, Adeílson Cavalcante, ao anunciar os dados.

A coordenadora do Sistema Nacional de Transplantes, Daniela Salomão, destacou que é importante sensibilizar a população para a doação de órgãos e ressaltou que com o esforço coletivo é possível realizar cada vez mais procedimentos.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *