Brasileira eleita na Espanha denuncia Bolsonaro aos europeus

Arquivado em: Brasil, Últimas Notícias
Publicado sexta-feira, 3 de maio de 2019 as 15:20, por: CdB

Formada em Direito, a brasileira quer ser uma voz ativa contra o partido Vox, que marca a volta da extrema direita ao Parlamento espanhol depois de quase 40 anos.

 

Por Redação, com DW – de Madri

 

Neste ano, o aniversário da sergipana Maria Dantas vai ser marcante. No próximo 21 de maio ela vai completar 50 anos – quase metade deles vividos em Barcelona – e, no mesmo dia, se tornará a primeira brasileira a ocupar um assento no Parlamento da Espanha. Dantas foi eleita no último domingo pelo partido Esquerda Republicana da Catalunha (ERC).

Maria Dantas vai viajar pela Europa e promover encontros onde pretende denunciar os abusos cometidos contra os brasileiros no governo Bolsonaro
Maria Dantas vai viajar pela Europa e promover encontros onde pretende denunciar os abusos cometidos contra os brasileiros no governo Bolsonaro

Formada em Direito, a brasileira quer ser uma voz ativa contra o partido Vox, que marca a volta da extrema direita ao Parlamento espanhol depois de quase 40 anos. Ela pretende trabalhar em questões sociais focadas nas mulheres e nos imigrantes e também fazer frente ao governo do presidente Jair Bolsonaro.

— Vou levantar a bandeira dos direitos humanos e denunciar claramente o governo Bolsonaro. Pretendo viajar pela Europa para fazer denúncias — disse em entrevista à agência alemã de notícias Deutsche Welle (DW).

Bolsonaro

Maria Dantas também quer ser uma “referência para outras brasileiras, um norte para outras imigrantes, para a mulher em geral, uma referência para a população desvalorizada, sejam eles os migrantes, os negros, ou os descriminados. E, inclusive, para o Brasil”.

— O Brasil que está sendo alvo de um governo de extrema direita, tirando os direitos da população empobrecida, direitos conquistados com muito suor e lágrimas pelas nossas antepassadas — acrescentou.

A parlamentar promete “expor o caráter racista e homofóbico” do governo de Jair Bolsonaro.

— Eu pretendo explicar, em audiências públicas, o caráter do governo Bolsonaro, a quem eu chamo de ‘capitão’, e não de presidente. Em todos os lugares onde eu estiver, vai ter uma fala sobre as atrocidades do governo Bolsonaro. Vou levantar a bandeira dos direitos humanos e denunciar claramente este governo, as políticas racistas, de racismo institucional que estão sendo executadas — afirmou.

Cultura

Sergipana que morou também na capital baiana, Dantas apoia a produção cultural como forma de resistência contra o fascismo.

— Eu já fazia isso arriscando a pele nas ruas. Agora vai ser ainda mais fácil no Congresso. Serei uma ponte para fazer pautas, para que pessoa possam denunciar. Pretendo viajar pela Europa para fazer denúncias — antecipa.

Segundo a deputada no Parlamento espanhol, “existem muitos brasileiros que moram aqui e votaram em mim. E muitos deles com pautas como a minha, que ficaram contentes que eu possa ser este auto-falante”. Sua atuação será ultramarina.

— Recebi muitas mensagens de pessoas que moram aqui agradecendo e pedindo que eu faça esta denúncia pública em Madri. Sou sergipana, morei em Salvador, tenho muita ligação com as pessoas de lá. Vejo um destaque na Teatro Escola Jorge Amado, levanto a bandeira para este projeto maravilhoso (por exemplo). Um dos produtores, Nell Araújo, consegue modificar a vida de adolescentes que moram nas favelas através da cultura — concluiu.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *