Brasileiros saem às ruas em novos protestos contra Bolsonaro

Arquivado em: Brasil, Manchete, Últimas Notícias
Publicado sábado, 24 de julho de 2021 as 11:24, por: CdB

A população brasileira protagonizou neste sábado mais uma etapa da onda de manifestações que demandam, desde maio, o fim do governo de Jair Bolsonaro (sem partido). Desta vez, houve protestos confirmados em quase 300 municípios do Brasil e de outros 15 países. 

Por Redação, com Brasil de Fato – de Brasília

A população brasileira protagonizou neste sábado mais uma etapa da onda de manifestações que demandam, desde maio, o fim do governo de Jair Bolsonaro (sem partido). Desta vez, houve protestos confirmados em quase 300 municípios do Brasil e de outros 15 países.

Desde o último protesto, em 3 de julho, partidos de esquerda e centro-direita passaram a aderir à iniciativa

Além do “Fora, Bolsonaro”, os manifestantes carregaram as palavras de ordem “Vacina no braço” e “Comida no prato”. As reivindicações são a ampliação da imunização contra a covid-19 e o auxílio emergencial de pelo menos R$ 600.

O ato

O ato também expressou a indignação com denúncias de corrupção na compra de imunizantes e o luto com as quase 550 mil mortes por coronavírus. Parte delas poderiam ter sido evitadas se o governo federal não tivesse desestimulado a vacinação.

Mesmo em meio à emergência sanitária, os protestos têm contado com a adesão massiva da população, para quem o governo é mais perigoso que o vírus. Assim como nos atos anteriores, é preciso seguir à risca os protocolos sanitários.

A recomendação é participar de manifestações ao ar livre, respeitar o distanciamento social e não retirar a máscara de proteção. As orientações são válidas mesmo para quem estiver vacinado.

Além das frentes Povo Sem Medo e Brasil Popular, a convocação para os atos foi feito por organização de trabalhadores, religiosas e também por torcidas organizadas. O Brasil de Fato acompanha as mobilizações em tempo real.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

code