Brexit: Johnson tentará acordo com Juncker em Luxemburgo

Arquivado em: Destaque do Dia, Europa, Mundo, Últimas Notícias
Publicado segunda-feira, 16 de setembro de 2019 as 10:49, por: CdB

Com menos de sete semanas faltando para o Brexit, Johnson ainda não chegou a um acordo com a UE.

Por Redação, com Reuters – de Luxemburgo

O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, vai explorar as chances de conseguir um acordo para a saída do Reino Unido da União Europeia durante almoço com o chefe da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, nesta segunda-feira, depois de um fim de semana em que ambos sugeriram que suas posições permanecem distantes.

Premiê britânico, Boris Johnson, e chefe da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, durante encontro em Luxemburgo

Com menos de sete semanas faltando para o Brexit, Johnson ainda não chegou a um acordo com a UE sobre como gerenciar a separação entre a quinta maior economia do mundo e seu maior parceiro comercial.

O premiê disse no domingo que ainda estava buscando um acordo antes do dia do divórcio, em 31 de outubro, e que os próximos dias serão decisivos para saber se ele vai conseguir.

– Acredito apaixonadamente que podemos conseguir, e acredito que esse acordo é do interesse não apenas do Reino Unido, mas também de nossos amigos europeus – escreveu Johnson no jornal Daily Telegraph.

O futuro

O futuro da fronteira terrestre entre a Irlanda, membro da UE, e a província britânica da Irlanda do Norte é a questão central de desacordo entre Johnson e a UE, e também entre Johnson e os parlamentares britânicos.

O Parlamento britânico rejeitou três vezes um acordo negociado pela antecessora de Johnson, Theresa May, que incluía o chamado mecanismo de salvaguarda para manter a fronteira irlandesa aberta.

Johnson se encontrou com Juncker em Luxemburgo nesta segunda-feira para discutir sua proposta de um acordo revisado que ele espera que seja acordado na cúpula dos líderes da UE nos dias 17 e 18 de outubro.

Promessa de Brexit

O premiê britânico, Boris Johnson, se comparou ao personagem de histórias em quadrinhos Hulk em uma entrevista concedida a um jornal da Inglaterra.

O jornal The Mail on Sunday publicou que Johnson disse que vai encontrar uma maneira de contornar uma recente votação no parlamento que o obriga a adiar o Brexit em vez de tirar o país da UE sem um acordo de transição.

– Quanto mais louco Hulk fica, mais forte Hulk fica – disse Johnson, segundo o jornal. “O Hulk sempre escapa, não importa quão preso ele parece estar – e isso é o que ocorre neste país. Vamos sair (da UE) em 31 de outubro.”

O parlamento

O parlamento britânico repetidamente rejeitou o acordo de saída acertado pela antecessora de Johnson, Theresa May, com a UE e neste mês rejeitou a saída do país sem um acordo. A votação irritou muitos britânicos que votaram sim para o Brexit mais de três anos atrás.

Johnson quer aproveitar essa raiva para conseguir maioria em uma eleição nacional antecipada, mas seus esforços para a convocação de uma têm sido minados por partidos da oposição que querem primeiro assegurar que a Inglaterra não poderá sair da UE sem um acordo em 31 de outubro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *